Setransp apresenta à SSP dados que apontam redução no número de assaltos a ônibus

Os dados são fruto do trabalho integrado entre as instituições que compõem a segurança pública de Sergipe, em parceria com o Setransp

O presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp), Alberto Almeida, apresentou ao secretário da Segurança Pública de Sergipe (SSP), João Eloy, o levantamento das ações que proporcionaram a redução de mais de 85% no número de assaltos a ônibus na capital e Região Metropolitana. Os dados serão encaminhados ao Ministério Público Estadual do Amazonas (MPAM), em resposta à solicitação da instituição.

O MPAM demonstrou interesse pelo resultado positivo gradualmente registrado na capital sergipana e pelo modelo de ação integrada entre o sindicato que representa as empresas de ônibus e as instituições que compõem a segurança pública de Sergipe. Na capital sergipana, vem sendo desenvolvido um intenso trabalho que vai desde a instalação de câmeras nos veículos, as abordagens e cessão das imagens capturadas nos coletivos.

O secretário da Segurança Pública, João Eloy, destacou a importância do trabalho em conjunto para a queda no número de roubos nos ônibus do transporte coletivo, que circulam pela capital sergipana e também pelas outras três cidades que compõem a Região Metropolitana – Nossa Senhora do Socorro, São Cristóvão e Barra dos Coqueiros.

“Os representantes das empresas e a cúpula da SSP vêm constantemente se aproximando e realizando reuniões para debater o cenário encontrado no transporte público da capital, no tocante a segurança pública. Debatemos e chegamos ao entendimento de que é mais do que necessário a instalação de câmeras de melhor qualidade, fornecimento das imagens e realização de rondas nos terminais de integração e abordagens nos percursos dos veículos”, enfatizou.

Resultados

O processo de redução é decorrente de um trabalho prático, que vai desde o registro das ocorrências, com as chamadas para o Centro Integrado em Operações de Segurança Pública (Ciosp), pelo telefone 190; passando pelo registro do boletim de ocorrência; pelas ações policiais; e em paralelo, o envio das imagens capturadas pelas câmeras instaladas no interior dos ônibus.

Em comparativo feito entre os dados registrados entre os anos de 2016 e 2018, houve uma redução de 68,80% no número de ações criminosas. Foram 1.628 casos durante todo o ano de 2016 e 508 no ano de 2018. Já quando são considerados os números contabilizados entre os meses de janeiro e março de 2016 e 2019, a redução foi de 85,16% (519 casos contra 77).

Trabalho integrado

A redução no número de roubos a ônibus é fruto da união de esforços do Setransp e das polícias Militar e Civil. Além do trabalho das instituições públicas estaduais, a parceria com a Guarda Municipal da capital, assim como com o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Sergipe (Sinttra) e com a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT/Aju) também contribuiu para a queda no número de assaltos.

A Polícia Militar trabalha realizando operações e abordagens, onde as unidades locais e especializadas são mobilizadas para a realização de ações de combate às ações criminosas. Já a Polícia Civil, centralizou as investigações em uma unidade especializada, responsável também pelo mapeamento das áreas e horários de maior incidência de investidas criminosas nos veículos do transporte coletivo da capital e Região Metropolitana.

Comente: