PM planeja ações para atuação do policiamento preventivo durante a Greve Geral desta sexta-feira, 14

Pontos sensíveis da manifestação já foram identificados e serão monitorados

Na manhã desta quinta-feira, 13, Integrantes da Polícia Militar do Estado de Sergipe reuniram-se na Sala de Situações no Quartel do Comando Geral (QGC) para discutir ações estratégicas durante a Greve Geral prevista para acontecer na sexta-feira, 14.

A reunião foi coordenada pelo tenente-coronel Stênio, Chefe do Estado Maior do Comando do Policiamento Militar da Capital (CPMC), representou o coronel Neto, comandante CPMC, e teve a participação dos comandantes de unidades de policiamento do CPMC. Um dos  objetivos foi esclarecer as diretrizes de atuação da Polícia Militar durante a Greve Geral.

Na reunião o tenente-coronel Stênio destacou que a Polícia Militar está com todos os preparativos para o evento e a tropa será mobilizada desde o início do dia 14, até o final de toda a Greve Geral. Ele ressaltou também que os pontos sensíveis já estão identificados e serão monitorados da Sala de Situação por meio de uma equipe que coordenará o policiamento, para uma melhor atuação dos policiais que serão empregados na Grande Aracaju.

O Chefe do Estado Maior destacou que as informações mais sensíveis serão trabalhadas com os comandantes de unidades e subunidades no intuito de que eles possam estar atentos a cada situação que, no decorrer da greve, possa acontecer. “O intuito é, inicialmente, garantir a segurança de todos aqueles que vão está envolvido na movimentação e, também, coibir atos delituosos que porventura possam acontecer. Esse é o nosso objetivo”, concluiu o oficial.

Fonte: Ascom/PM

Comente: