Ameaça, injúria e lesão corporal são os principais crimes contra as mulheres em SE, aponta SSP

As três ocorrências somaram cerca de 3 mil registros apenas no primeiro semestre de 2021

Os crimes de ameaça, injúria e lesão corporal são os principais registros de violência contra  a mulher nos seis primeiros meses de 2020 e, também, de 2021. O levantamento feito pela Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal (CEACrim), da SSP, apontou que apenas os casos de ameaça no âmbito da Lei Maria da Penha, somaram 3.002 ocorrências, contabilizando os registros do primeiro semestre de cada ano. No período, em 2020 foram 1.599 casos. Já em 2021, foram 1.403 ocorrências.

Ainda conforme os dados apurados pela CEACrim, a segunda ocorrência com o maior número de registros foi a de injúria. No primeiro semestre do ano passado, foram contabilizados 784 casos, ao passo que nos seis primeiros meses deste ano, esse número foi de 792 ocorrências. Em terceiro lugar, estão os registros de lesão corporal. Enquanto que no primeiro semestre de 2020 foram registrados 777 casos, nos seis primeiros meses de 2021 foram contabilizadas 771 ocorrências.

A delegada Renata Aboim destacou que, embora os números apresentem uma leve tendência à queda, ainda é alto o número de ocorrências de crimes contra a mulher. “O número ainda é bastante alto. O número de feminicídios ainda assusta, mas com certeza, se não tivéssemos a Lei Maria da Penha, se não tivéssemos o mecanismo da medida protetiva, que é muito eficaz, a possibilidade de trabalhar com as representações de prisões preventivas, a realidade seria ainda mais crítica, teríamos números ainda mais preocupantes”, evidenciou.

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) orienta que, nos casos de violência contra a mulher, a Polícia Militar pode ser acionada por meio do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp – 190), nas situações em que o crime esteja ocorrendo. As denúncias também podem ser feitas por qualquer pessoa por meio do Disque-Denúncia da Polícia Civil, no telefone 181. O sigilo é garantido. O telefone do DAGV, unidade plantonista que funciona 24h, é o (79) 3205-9400.

Comente: