Gilmar: “está faltando o TCE perguntar quanto ganha cada conselheiro”

O deputado estadual Gilmar Carvalho solicitou um espaço durante a sessão plenária da Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe para questionar as ações do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe, no âmbito da suspensão do subsídio dos reformados da Polícia Militar.

“O Tribunal de Contas do Estado de Sergipe desconheceu que no direito deve valer mais os princípios do que as normas, mexeu no caso dos reformados, ou seja, mexeu no que não devia, aí piorou! Está aguardando uma resposta do Governo do Estado, porque agora questiona também o aumento pago a professores e agentes prisionais. Está faltando perguntar quanto ganha cada conselheiro do TCE”, criticou o parlamentar.

O deputado Gilmar Carvalho já vem há algum tempo questionando a decisão do Tribunal de Contas do Estado. A decisão suspendeu o pagamento do subsídio adquirido pelos reformados em um pleito encampado pela categoria antes das eleições 2018, quando Belivaldo Chagas havia assumido o cargo de governador e se lançado à reeleição.

Foto: Jadilson Simões

Por Ascom Parlamentar

Comente: