Heringer inicia produção em Sergipe

As medidas de recuperação, junto com o apoio do Governo do Estado para a reativação, surtiram o efeito desejado, e agora a planta recomeça os trabalhos

A Fábrica de Fertilizantes Heringer, instalada no município de Rosário do Catete, retomou na última terça-feira (06), a produção do insumo.  Nesta quarta (07), as primeiras entregas já estão sendo realizadas. A planta volta a funcionar após quase três anos parada, e já gera 40 empregos diretos e 250 indiretos.

De acordo com dados da empresa, após o fechamento da unidade sergipana, em 2018, a Heringer iniciou um plano de recuperação judicial, a fim de superar as dificuldades que surgiram, principalmente devido a desvalorização cambial, o aumento dos preços das matérias primas no mercado internacional e alta dos custos logísticos. 

As medidas de recuperação, junto com o apoio do Governo do Estado para a reativação, surtiram o efeito desejado, e agora a planta recomeça os trabalhos. “A Heringer tem um importante papel no cenário nacional de fertilizantes e a retomada da planta sergipana nos dá muita satisfação”, explica o secretário do Desenvolvimento Econômico, José Augusto Carvalho.

O presidente da Codise, José Matos, reforça que o Governo contribuiu diretamente para a retomada da planta, “com os benefícios fiscais concedidos à empresa por meio do Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI) que será válido até dezembro de 2028”, completa.

Comente: