Operação Terminal Seguro: população aprova atuação da Guarda Municipal

Quem circula pelos terminais integrados de Aracaju, já está habituado a encontrar as viaturas das Guarda Municipal de Aracaju (GMA) realizando o trabalho de prevenção da segurança local. Dados apresentados pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju(Setransp) em julho, indicaram a redução de 80% dos assaltos a ônibus na capital comparando o primeiro semestre deste ano, com igual período em 2016.

Iniciado em 2017, na atual gestão municipal, a operação Terminal Seguro consiste na presença ostensiva das equipes da Guarda Municipal, que atuam realizando blitz e monitorando a movimentação nos terminais. De acordo com Fernando Mendonça, diretor-geral da Guarda Municipal de Aracaju, o trabalho realizado em cada terminal é planejado de acordo com as necessidades e características da localidade. 

“Quando o projeto foi iniciado, em 2017, o prefeito Edvaldo Nogueira determinou a realização de um estudo para que pudéssemos dar um atendimento diferenciado nos terminais. A partir disso, em parceria com outros órgãos, tivemos acesso a informações sobre o fluxo de pessoas em cada terminal, os horários mais frequentados e lugares estratégicos para posicionar as nossas viaturas. Isso, sem dúvida, foi essencial para o êxito do nosso trabalho. Em 2016, vínhamos de um pico de violência no transporte público e desde o início da Operação Terminal Seguro, os assaltos só diminuem”, comenta.

Ainda de acordo com Fernando Mendonça, a eficácia e os resultados do trabalho também é fruto da parceria firmada entre a GMA e outras instituições, como a Secretaria de Estado da Segurança Pública de Sergipe (SSP), Sentrasp e a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito de Aracaju (SMTT). “O contato com outros órgãos e sindicatos foi o primeiro passo para coletar dados, estáticas, e informações e, assim, pudemos analisar horas, locais e tipos de crimes que eram cometidos nos terminais e nos ônibus coletivos. Assim, pudemos direcionar a atuação da Guarda Municipal”, frisa.

Indicando mais uma vez os bons resultados alcançados pela Operação Terminal Seguro, o projeto promovido há dois anos pela atual gestão municipal serviu como modelo para o desenvolvimento de um projeto similar na capital amazonense. 

Segundo o diretor-geral da Guarda Municipal de Aracaju, os registros positivos constantes foi o que mais chamou a atenção do órgão paraense. “O Ministério Público de Manaus fez um contato com a Guarda Municipal de Aracaju para que pudéssemos passar nosso conhecimento e modo de trabalhar para que um molde similar fosse reproduzido por lá. O que foi destacado por eles como algo excepcional, foi a queda constante dos crimes nos terminais em Aracaju. Segundo eles, nenhum outro lugar no Brasil apresenta essa constância positiva. Algo gratificante para nós”, enfatiza.

Aprovação da população e comerciantes locais

Para quem costuma usar o transporte público no Terminal DIA, no Distrito Industrial de Aracaju, um dos registram maior fluxo de pessoas e ônibus na capital, a sensação de segurança tem aumentado constantemente. É o caso do aposentado Honorino José, 80. “Sempre que eu passo aqui pelo Terminal e eu vejo a Guarda Municipal, me sinto mais seguro. Já faz tempo que eu não vejo um assalto no ônibus, transporte que utilizo todos os dias”, afirma.

Já o açougueiro Ismael Messias, destaca que a presença da Guarda Municipal nos horários de pico nos terminais em que passa, é fundamental para que o registro de ocorrências negativas tenham diminuído. “Eu venho do Terminal do Mercado para o DIA e vejo a Guarda Municipal nos dois terminais. Isso faz muita diferença quando o terminal tá cheio, a presença deles espanta quem quer fazer o mal”, frisa o usuário do transporte coletivo.

“As rondas garantem uma segurança maior para o meu trabalho, isso é ótimo”. É assim que Oliveira Batista, que mantém um comércio no Terminal DIA há 4 anos, salienta a importância do trabalho ostensivo da Guarda Municipal. De acordo com Oliveira Batista, a realidade atual não é a mesma de dois anos atrás. “Graças a Deus, hoje, a Guarda Municipal passa por aqui diariamente, antes os terminais não tinham esse tipo de trabalho, eu já vi muito assalto por aqui e agora a situação é completamente diferente”, destaca.

Comente: