Prefeitura realiza quarta edição especial do Programa Praia Limpa

A Prefeitura de Aracaju , por meio da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), realizou, neste sábado, 18, a quarta edição especial do Programa Praia Limpa. Desde 2017, a comemoração é realizada anualmente, próximo ao World Cleanup Day ou Dia de Limpeza Mundial. 

De acordo com o secretário Municipal do Meio Ambiente, a Educação Ambiental, o objetivo central do evento, é um dos pilares de ações ambientais da PMA.

“O Praia Limpa celebra mais um passo na direção de uma maior conscientização da população. Realizamos este evento de forma sistemática para chamar a atenção de todos sobre a necessidade de fazer uma disposição adequada dos resíduos que produzimos. Queremos um mundo com menos resíduos, mais sustentável, onde a condição de vida das pessoas seja melhor para essa e para futuras gerações”, elucida.

Este ano, o evento contou com novas temáticas, segundo a coordenadora da Educação Ambiental da Secretaria, Raphaella Ribeiro. Dentre elas estão a preservação das restingas, os cuidados com as tartarugas marinhas e as consequências globais do descarte incorreto de lixo.

“Estamos conscientizando o banhista sobre a importância de levar consigo o resíduo que é produzido nas praias. É imprescindível que ele sensibilize outras pessoas ou que, se possível, colete os resíduos que vê ao seu redor para que juntos possamos conseguir ter uma praia mais limpa”, explica.

Dia de Limpeza Mundial

O World Cleanup Day ou Dia de Limpeza Mundial é comemorado todos os anos, no terceiro sábado de setembro.

“É por meio desse evento que chamamos a atenção para a questão dos descartes irregulares de resíduos nos oceanos e suas consequências. O Praia Limpa é um projeto que já tem como tradição fazer alusão a esse dia. Todos os anos nós fazemos esse evento simbólico e comemorativo para sensibilizar as pessoas sobre tudo isso”, conta Raphaella Ribeiro. 

O secretário do Meio Ambiente considerou esse dia como “um chamamento global para que possamos ter uma atitude mais responsável e sustentável que nos permita caminhar na direção de uma sociedade melhor, reduzindo o desperdício e a quantidade de resíduos gerados e, também, promovendo a reciclagem e a reutilização. Esse é o compromisso da Prefeitura de Aracaju e de sua Secretaria do Meio Ambiente, por meio da Educação Ambiental”, afirma Alan Lemos.

Participação Popular

O evento contou com a participação da população, como é o caso da engenheira florestal Roqueline Lins.

“Vim ao evento, em parceria com a Cervejaria Ará, por meio do meu projeto Plantear, uma empresa que faz agência em Educação Ambiental, entregar garrafas para que elas tenham um descarte correto e não acabem na natureza. O Praia Limpa é fundamental, tanto para a conscientização da população, quanto por essa preocupação com o Meio Ambiente. Acho que as pessoas deveriam participar mais desse tipo de ação”, opina a engenharia.

O autônomo Alisson Vinícius explicou que a ação beneficia a vida de todos os aracajuanos e a vida marinha.

“O lixo que descartamos, muitas vezes, acaba afetando e gerando problemas que acabamos não vendo e o prejuízo vem depois. É importante que todos tenham essa consciência, porque pegamos qualquer resíduo e descartamos em qualquer lugar e às vezes não custa nada segurar para jogar no lixo depois. É uma coisa simples, que dá para qualquer um fazer”, argumenta Alisson.

Já a advogada Marília Feitoza considerou a ação promovida pela Secretaria importante e relata casos em que as pessoas, ainda sem consciência ambiental, sujam muito as praias.

“Vemos, por exemplo, muitos animais sendo prejudicados com essa sujeira, constantemente. É muito importante esse trabalho que a prefeitura está fazendo com as nossas praias. A ação faz com que a gente possa utilizar a praia de maneira mais agradável, sem sujeira, ajudando o meio ambiente”, defenda

Marília Feitoza ainda disse que esta “é uma maneira muito interessante de educar o cidadão, transmitindo com exemplos como se deve se portar num ambiente coletivo, para que se entenda que aquele ambiente não será utilizado só por você. É preciso manter as praias e qualquer ambiente que seja de uso coletivo para que outras pessoas possam utilizá-lo tão bem quanto você utilizou. Se você não cuida do ambiente, talvez o próximo não utilize da mesma maneira e a utilização seja mais precária pelo seu mau uso”, destaca.

Ações ambientais

A coordenadora da Educação Ambiental da Secretaria, Raphaella Ribeiro, ainda destacou as restrições impostas pela pandemia, que fez com que o evento fosse realizado de forma diferente de anos anteriores. “Estamos realizando um evento com todos os cuidados com a questão sanitária, o distanciamento e o não aglomeramento. Infelizmente, como em anos anteriores, não conseguimos chamar todos os parceiros de costume, mas estamos marcando presença com temáticas essenciais ao nosso meio ambiente”, ressalta.

“É importante salientar que mesmo durante o momento mais agudo e crítico da pandemia, as ações da Prefeitura em relação ao Meio Ambiente não pararam. Nós continuamos fiscalizando, promovendo ações de Educação Ambiental à distância, produzindo materiais educativos, produzindo vídeos, entre muitos outros. Hoje o nosso evento é um pouco maior, porém, estamos seguindo todos os protocolos de segurança de forma rigorosa”, aponta o secretário.

Lemos ainda destacou as ações da Sema de caráter orientador, como o Meliponário, instalado no horto da sementeira, onde as pessoas têm oportunidade de conhecer a importância das abelhas na melhoria das condições do meio ambiente na cidade; e as ações nas escolas do município, uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e a Sema, para que já em seus primeiros anos de vida as crianças incorporem também a agenda ambiental da Prefeitura.

Comente: