Secretários de Turismo do Nordeste discutem a retomada das viagens no cenário pós-pandemia

Em Sergipe a abertura do turismo de lazer está atrelada à curva do coronavírus e apenas se dará de forma segura

A secretaria de Estado do Turismo (Setur), participou de debate virtual sobre o processo de retomada das viagens, nesta quinta-feira, 9 de julho. A reunião contou com a presença dos secretários Sales Neto, de Sergipe; Catulé Junior, do Maranhão; e Rafael Brito, de Alagoas. A live foi promovida pelo PANROTAs através do seu Portal e Facebook.

Durante sua explanação o secretário Sales Neto, explicou que Sergipe ainda está em uma fase de expansão da pandemia e isso é monitorado com bastante preocupação. “Nossa situação atual é diferentemente de outros estados que entraram primeiro na curva de impacto do Coronavírus e, estão voltando aos poucos com a diminuição da curva do vírus”.

Ele disse ainda que “com a abertura prevista em decreto, alguns hoteis estão funcionando timidamente com o público corporativo e executivo, mas esse movimento é muito baixo. O turismo de lazer neste momento, não é permitido, mas observamos que mesmo no auge da pandemia as pessoas estão comprando e algumas operadoras tiveram que cancelar pacotes para julho. Vemos esse movimento com otimismo, por isso, nos preocupamos com a reabertura segura de forma consistente, para que as pessoas comprem os pacotes e tenham a convicção da realização dos passeios.  Precisamos ter cautela por que o pior dos mundos para o turismo é o movimento de abrir e fechar, que causa insegurança e dúvidas ao cliente, portanto, só vamos abrir, quando for possível”, disse Sales Neto.

O gestor afirmou que neste momento a pasta e o trade estão unidos e desenham um planejamento estratégico mais consistente. ” Estamos nos preparando para os passos que vamos dar. Vemos a preocupação do trade para a retomada, e vamos fazer uma campanha regional na retomada, investindo primeiro no turismo regional, que vai responder mais rapidamente, com campanhas de divulgação”, disse o secretário.

Segundo o secretário, o Governador Belivaldo Chagas, tem a sensibilidade de identificar que o turismo responde de forma mais rápida em relação aos estímulos da economia. “Esse apoio nos permitiu fazer parcerias com operadoras que gerou treinamentos para centenas de agentes de turismo em mercados importantes. Também elaboramos, em parceria com o trade, um mapa estratégico que está guiando nossos trabalhos. Novos produtos estão sendo criados pelos atores privados. Além do que já vendemos, teremos outros produtos disponíveis, através de novas rotas a serem oferecidas ao turista”, disse o secretário.

“Após um intenso diálogo com todos os setores, chegamos a alguns protocolos que foram adotados pelo governo do Estado visando à reabertura segura das atividades. Hoje estamos sem nenhuma restrição dentro do Estado, mas nós temos acompanhado a situação com bastante cautela, procurando sensibilizar todos os setores e conscientizar a comunidade a respeito da importância de seguir esses protocolos”, afirmou o secretário de Turismo do Maranhão, Catulé Junior.

Comente: