Produtores rurais de São Francisco recebem trator e implementos agrícolas

A aquisição aconteceu através dos R$ 140.306,00, concedidos pelo Edital de Fomento aos Arranjos Produtivos Locais de Baixa Renda do governo de Sergipe

Cerca de 80 produtores rurais da Associação do Assentamento Manoel Dionísio da Cruz, em São Francisco, receberam nesta quinta-feira, 19, trator e implementos agrícolas [grade aradora, carreta e semeadeira] para auxiliar no cultivo de mandioca, milho, feijão e na pecuária. A aquisição aconteceu através dos R$ 140.306,00, concedidos pelo Edital de Fomento aos Arranjos Produtivos Locais de Baixa Renda do governo de Sergipe, realizado pela Secretaria de Estado da Inclusão Social (Seidh) em parceria com o BNDES, também com a finalidade de custear o suporte técnico durante a execução do convênio.

De acordo com o presidente da associação, Jorge dos Santos, o projeto tem a importância de beneficiar duas comunidades, reforçando o apoio à agricultura familiar. “As famílias terão maior capacidade de produção e sustentabilidade. Além do suporte técnico, agora teremos um trator para cultivar, uma carreta e uma plantadeira para plantar. Isso vai desenvolver a comunidade agrícola. Com certeza no ano que vem teremos uma safra melhor”, pontuou.

Para o secretário Zezinho Sobral, é necessário criar infraestrutura para que o campo possa produzir. “A entrega desses equipamentos e inaugurações das APLs são importantes porque a gente precisa que os assentamentos, as áreas produtivas, os pequenos produtores produzam cada vez mais e melhor. E é importante que a gente mantenha esse contato para inseri-los em programas de capacitação; e para que acessem as nossas Feiras da Agricultura Familiar. Esperamos que façam bom proveito desses benefícios, porque equipamento ajuda, mas tem que saber compartilhar e plantar na área certa”, disse.

A Seidh vem realizando um ciclo de inaugurações de agroindústrias e entregas de equipamentos aos APLs sergipanos, com palestras de interesse dos produtores rurais. Nas próximas semanas, serão contemplados os municípios de Pedrinhas (Mutumbo), Canindé de São Francisco (Perímetro Irrigado Califórnia), Gararu (Jaramataia), Arauá (Sucupira), Simão Dias (Triunfo) e Nossa Sra. do Socorro (Quissamã). Na última terça, foi a vez da Agroindústria de Polpa de Frutas da Uniagro, em São Domingos, que já está mudando as vidas de cerca de 120 famílias do setor produtivo da fruticultura na região. A unidade recebeu o aporte de R$ 285.043,17 para reforma, ampliação e aquisição de equipamentos.

Em uma terra com tradição de mandioca, a Uniagro diversificou a produção com graviola, acerola, maracujá e abacaxi, passando a industrializar, na nova unidade, 3 mil kg de polpa de frutas por dia. De acordo com o presidente Júlio Renovato, há a expectativa de ampliar e diversificar ainda mais a produção. “Vemos a grande potencialidade de crescermos essa demanda de acordo com a procura de mercado. Estamos muito felizes em inaugurar a primeira agroindústria de polpa de frutas de São Domingos. Essa ajuda do governo foi fundamental para que a gente possa traçar um futuro consolidado e ir em busca dos nossos sonhos”, concluiu.

Deixe uma resposta