Ponte Tobias Barreto-Itapicuru será entregue em 30 dias

itaPróximo sábado, dia 15, será liberada a passagem de pedestres, ciclistas e motociclistas
Falta pouco para a normalização do fluxo de veículos na ponte sobre o rio Real, que interliga a cidade de Tobias Barreto, no território Sul de Sergipe, com o município baiano de Itapicuru. Com o concreto pronto, a partir deste sábado, 15, ela já será liberada para a passagem de pedestres, ciclistas e motociclistas. A obra executada pelo governo estadual, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano (Seinfra) e o Departamento de Estradas e Rodagens (DER/SE), está orçada em R$ 644 mil.

Segundo o diretor técnico do DER Ancelmo Luiz Souza, a obra está praticamente concluída. “Falta terminar o guarda-corpo, para depois asfaltar e sinalizar. É preciso esperar a ‘cura’ do concreto, o que leva de duas a três semanas. Depois de amanhã, já iremos liberar para pedestres, ciclistas e motociclistas e, dentro de mais trinta dias, ela poderá ser entregue”, informou.

Para o Diretor-Presidente do DER, Antônio Vasconcelos, a obra é de grande importância, para Tobias Barreto, pelo potencial comercial de suas confecções, além de servir como principal acesso aos trabalhadores locais. “A obra é de vital importância para as regiões próximas a Tobias Barreto e Itapicuru, por ser a única alternativa de ligação dos dois estados na região e interliga duas importantes rodovias dos estados de Sergipe e Bahia”, classificou.

O morador da cidade dos bordados, o balconista Paulo Ney de 42 anos, relata a satisfação da população local com este serviço. “Podemos dizer que estamos aliviados. Esse é o acesso mais rápido para as grandes cidades da Bahia”, afirma.

Serviços executados

A antiga estrutura, construída há mais de 50 anos, oferecia grande risco aos seus usuários pela deterioração ao longo do tempo. Secretário de Infraestrutura, Valmor Barbosa explicou que o serviço de manutenção da ponte é de responsabilidade dos governos da Bahia e Sergipe, porém nosso Estado assumiu a responsabilidade e os custos com a obra.

“Ali é uma ponte interestadual, mandamos ofício para o governo da Bahia e não tivemos resposta. Então, o governo de Sergipe tomou a responsabilidade e realizou a obra. Em três semanas, estaremos com a ponte totalmente recuperada”.

Os serviços que foram executados vão garantir uma estrutura mais durável para a ponte. Foi realizada a recuperação estrutural das vigas, a reconstrução da laje, das calçadas e guarda corpo. Cerca de 30 homens trabalham na obra no período de 90 dias. A obra tem extensão total de 48 metros, com largura de 7,20 metros.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *