Obras da Ceasa de Itabaiana são iniciadas

Fase de terraplanagem e escavação para montagem do bloco A já foi iniciada, com previsão de término no fim de novembro

A nova Central de Abastecimento (Ceasa) de Itabaiana começa, enfim, a se tornar realidade. A obra, cuja ordem de serviço foi assinada pelo governador Jackson Barreto no dia 6 de outubro, já foi iniciada. A execução está sob a responsabilidade da Construtora Celi, que já levou ao terreno todas as máquinas e operários necessários para a obra. A nova Ceasa está sendo construída com recursos oriundos do Proinveste, correspondendo a um investimento total de R$ 30.689.968,93.

A obra se localiza às margens da BR-235, na estrada para a Mata da Raposa, com área total de 34.528,87 m² e área construída de 10.652,58 m². A Central atenderá ao Agreste e parte do Sertão sergipanos, dinamizando a economia da região. A obra deve resolver o problema causado pelo grande fluxo de caminhões que descarregam mercadorias na região central de Itabaiana, propiciando uma melhor circulação para comerciantes, clientes e população em geral.

O gerente da obra, Ariovaldo Neto, fala sobre o atual estágio dos trabalhos e sobre as próximas fases do empreendimento: “nós já iniciamos a parte de terraplanagem e a parte de escavação pra montagem do bloco A. Também temos as peças já fabricadas para a fundação dos blocos A, B e C. A gente tem previsto o término da terraplanagem para o final de novembro. Terminando a terraplanagem, a gente vai entrar com duas equipes em paralelo, uma na infraestrutura e outra fazendo a montagem dos blocos”.

O secretário de Estado da Infraestrutura, Valmor Barbosa, lembra que a construção da nova Ceasa faz parte de um conjunto de investimentos do governo de Sergipe para trazer melhorias ao município. “Itabaiana é uma cidade que não para de crescer e cabe ao Estado contribuir da melhor maneira para acompanhar o seu desenvolvimento. A construção da Rodovia Itabaiana/Itaporanga, o Ginásio poliesportivo e a Ceasa totalizam R$ 106 milhões, ¼ do valor de todo o Proinveste, uma soma vultuosa e que só demonstra o cuidado que o gestor tem para com essa população que muito enobrece Sergipe”, salienta.

O futuro Centro de Abastecimento contará com três blocos, uma praça de alimentação, estacionamento para carga e descarga, guaritas, casas de lixo e gás, reservatório e castelo d’água. Todas as instalações serão dotadas de rampas, sanitários adaptados e piso táctil direcional, garantindo acessibilidade. Toda a estrutura foi pensada de modo a proporcionar aos comerciantes, clientes e fornecedores o máximo de mobilidade e segurança.

O itabaianense Aélio Alves destaca a importância da nova Ceasa no sentido de facilitar o trânsito na cidade e da região. “Vai desafogar o centro da cidade todo, porque a feira lá é todo dia. Segunda, terça, quarta, quinta… Até dia de domingo tem funcionamento, e atrapalha o pessoal no comércio. Vai ser bom para os caminhoneiros, porque vai ser mais fácil de descarregar e carregar e vai valorizar as casas aqui ao redor também. A feira aqui vende para o sertão da Bahia, vende para o estado todo, para Aracaju, para todo canto. A capital de Sergipe é Aracaju, mas no comércio é Itabaiana”, considera.

Para a senhora Genilde Sobral, a nova Central deve trazer valorização à região. “O novo local é melhor para o povo trafegar, porque fica na beira de uma BR. Quem vai ter a vantagem toda somos nós. A Ceasa nova vai gerar emprego e como o canteiro de obras está aqui, quando a obra ficar pronta, vai ter os loteamentos para serem vendidos. A gente só tem a ganhar com isso. É um empreendimento que está de parabéns. Pretendo frequentar o Ceasa com minha família”, afirma.

O operador de injetora Ernandes Costa vê na nova Ceasa uma possibilidade de desenvolvimento de Itabaiana e do Agreste. “Acho que a nova Ceasa é muito importante, porque a Ceasa que a gente tem hoje, na verdade, é uma feirinha pequena, que não tem espaço suficiente. Vai ser muito bom, porque vai ter mais facilidade para o pessoal de fora vir para cá e trazer mais empreendimentos e emprego para todo mundo. Espero que fique pronta logo para começar a comercialização”, diz.

Estrutura

O bloco A será composto pelo setor administrativo, a praça de alimentação e as unidades bancárias. Serão sete salas, 12 boxes e dois espaços para instituições financeiras, totalizando 1.470,30 m². A praça de alimentação, que incluirá espaços para sete restaurantes e lanchonetes e para um restaurante popular com cozinha industrial, terá área de 867,18 m².

O Bloco B será destinado ao varejo e terá 145 lojas, com área de 12 m2 cada, erguidos em uma área de 3.637,58 m². São 36 boxes destinados aos produtores e 109 boxes para os varejistas. O bloco C, por sua vez, será destinado ao setor de atacado, sendo o maior entre os três blocos, com 4.501,10 m². Serão 110 lojas, sendo 85 para hortaliças, legumes e frutas e 25 para açougues.

O estacionamento terá 452 vagas, sendo 58 para bicicletas, 107 para motos, 15 para pessoas com deficiência, 14 vagas para idosos, 180 vagas para veículos pequenos, 32 para veículos médios e 46 vagas para veículos grandes. Os acessos externos serão pavimentados em asfalto. Já o pátio de manobras e o estacionamento terão pavimentação em concreto.

Serão implantadas instalações hidro-sanitárias e elétricas com cabeamento estruturado, além de piso de alta resistência no pavimento interno. A Central de Abastecimento será dotada de Circuito Fechado de Televisão e Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas. As marquises serão em estrutura metálica com telhas de policarbonato, enquanto as esquadrias serão de alumínio e ferro. Será realizado tratamento de esgoto completo, com construção de estação elevatória e emissário e sistema de irrigação.

Investimentos

O governo do Estado vem trazendo diversos benefícios para a população itabaianense. A reforma e ampliação do Colégio Estadual Murilo Braga é um exemplo dessas ações, obra que totalizou mais de R$ 7 milhões. O Estádio Etelvino Mendonça também passou por reforma e ampliação, com investimento superior a R$ 2 milhões. Os povoados Dendezeiro, Matapoã e o setor RE-2 foram favorecidos com a ampliação do sistema de abastecimento de água, com um investimento de mais de R$ 4,6 milhões. Outra obra já concluída foi a da Delegacia Regional de Itabaiana, com investimento de quase R$ 1,8 milhão. A pavimentação asfáltica das vias urbanas (R$ 3.863.312,21), a construção de três clínicas de saúde da família (R$ 2.366.437,62) e a reforma do Hospital Regional Dr. Pedro Garcia Moreno (R$ 6.403.671,97) também são medidas significativas.

Quanto às ações em andamento, o destaque vai para a Rota do Agreste, cujo investimento é de R$ 63 milhões, e o Ginásio Poliesportivo que compõe o Programa Sergipe Cidades, com investimento de R$ 14.244.205,44.

Na mesma data em que a ordem de serviço para a construção da Ceasa foi assinada, outras iniciativas do governo em prol da população de Itabaiana foram apresentadas: a conclusão da reforma do escritório e posto de atendimento José Andrade Góis, da Deso, com investimento de R$ 245.655,08; a assinatura do convênio entre o governo do Estado, por meio do Banese, e a Sociedade Filarmônica Nossa Senhora da Conceição, com destinação de R$ 200 mil à instituição; e a inauguração da 1ª Etapa do Sistema de Esgotamento Sanitário de Itabaiana, cujo investimento total é de R$ 23,5 milhões.

Comente: