Governo do Estado investe em Distritos Industriais com a construção de galpões

O setor industrial da Grande Aracaju ganhará novo impulso com a inauguração, prevista para o fim do ano, de 14 galpões no Distrito Industrial de Nossa Senhora do Socorro. O investimento de R$ 5 milhões, recursos do Proinveste, vai gerar 500 empregos diretos e cerca de 1.500 empregos indiretos.

Executado pela Companhia de Desenvolvimento Econômico de Sergipe (Codise), o empreendimento vai abrigar 14 pequenas e médias empresas que atuarão no segmento de fabricação de peças de pré-moldadas, beneficiamento de pescados, artes gráficas, fabricação de argamassas, mecânica, pneusretificadoras, confecções, produtos alimentícios, dentre outros. Cada galpão terá uma área coberta de 220 m2, sendo que a área de circulação varia de 1.300 m2  a 1.700 m2.

Segundo o diretor presidente da Codise, Sérgio Reis, a construção é importante para a economia de Sergipe. “Iremos gerar empregos para o nosso povo. Vamos gerar renda e vamos fomentar a economia fazendo com que a mercadoria circule dentro do estado. As pessoas irão ter seus devidos empregos, irão comprar e, por sua vez, ajudarão a manter o nível de emprego estável”, avaliou Reis.

Superando a crise

É fato que a crise econômica é algo que assola todo país, porém, o presidente da Codise enfatizou que o Governo do Estado vem fazendo um trabalho intenso no que diz respeito em atrair novos investimentos para Sergipe.

“A gestão estadual vem adotando medidas de contenção de custeio procurando aumentar os investimentos. Dentre estes investimentos, estão recursos do ano passado que foram do Proinveste para a construção de galpões em polos industriais, a exemplo o de Nossa Senhora do Socorro. Nosso estado tem muito que comemorar, pois é muito grande a demanda por parte dos pequenos e médios empresários que querem se instalar, abrir seu negócio aqui”, destacou.

Ele enfatizou ainda que com a construção dos galpões, o município de Socorro terá uma capacidade maior em trabalhar em um novo segmento, visto que a grande maioria dos empreendimentos da região tem grandes empresas. “A partir desta demanda, esperamos novos recursos para ampliar o número de galpões visto que a demanda é três, quatro vezes maior do que a oferta. Vamos procurar trabalhar planejando para os próximos três anos. Tentar triplicar o número de construções de galpões não só em Nossa Senhora do Socorro, mas em novos polos industriais”, afirmou, comentando que este ano Sergipe tem a possibilidade de deter o superávit na geração de empregos diferente do que está acontecendo em todo país.

Itabaiana

O Governo do Estado investe também em polos industriais em Itabaiana com a construção de galpões. O investimento de R$ 1,4 milhão dinamiza a economia local, já que servirão de sede para futuras empresas.

O Núcleo Industrial tem 36 empresas (instaladas ou em implantação) distribuídas em 55 lotes, gerando 629 empregos, com investimento de R$ 26,25 milhões.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *