Governo do Estado amplia operação carro-pipa no Alto Sertão

Serão contemplados os municípios de Canindé do São Francisco, Poço Redondo, Porto da Folha, Gararu e Monte Alegre através de investimento estadual de cerca de R$ 365.000

O governador Jackson Barreto determinou a ampliação, por mais 30 dias, da operação carro-pipa no Alto Sertão sergipano. Serão contemplados os municípios de Canindé do São Francisco, Poço Redondo, Porto da Folha, Gararu e Monte Alegre através de investimento estadual de cerca de R$ 365.000. A novidade foi anunciada nesta quarta, 17, devido ao volume insuficiente de chuvas nessas localidades. Ao todo, 38 caminhões estarão disponíveis para atender a população.

“Pedi ampliação a ampliação, por mais 30 dias, da operação carro-pipa para os municípios de Canindé do São Francisco, Poço Redondo, Porto da Folha, Gararu e Monte Alegre. São 38 caminhões-pipa, que ampliarão a oferta de água para atender as necessidades dessa população. É um esforço muito grande do Estado, são recursos do tesouro estadual, cerca de R$ 365.000, que colocamos para ajudar nosso povo, cuidar da nossa gente e minorar o sofrimento com a seca”, declarou o governador Jackson Barreto.

De acordo com o coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Erivaldo Mendes, os cinco municípios que permanecem na operação pipa são prioritários por estarem em situação mais grave e porque as chuvas que ocorreram ultimamente não conseguiram recuperar a região. Ele também explica que o quesito utilizado para escolha das comunidades que vão receber a operação é a análise daquelas que não têm acesso a abastecimento por parte da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) e só recebem água da natureza ou por meio de caminhões-pipa.

A Operação Pipa é realizada pelo Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil (Depec) da Secretaria de Estado da Mulher, Inclusão e Assistência Social, do Trabalho e dos Direitos Humanos (Seidh).

Combate à seca

Nos últimos dias, o governador tem levado para municípios sergipanos ações de combate aos efeitos da seca. Na quarta-feira, 11, esteve em Porto da Folha e Monte Alegre para entregar 1.073,9 toneladas de material forrageiro a 1.166 produtores familiares, um investimento de R$ 804.223,04.

A distribuição de material forrageiro integra o Programa de combate aos efeitos da estiagem e é realizada pela coordenadoria estadual de Defesa Civil. A ação é resultado do Plano Detalhado de Resposta aos efeitos da seca, elaborado pelo governo e apresentado ao Ministério da Integração Nacional, o qual destinou R$ 4,6 milhões à aquisição 6.142,5 toneladas de material forrageiro, que serão distribuídos a 7.484 produtores rurais, em 32 municípios. Em Poço Redondo, foram entregues mais de 600 toneladas a 702 agricultores, o que corresponde a um investimento de R$ 452.473,45.

Comente: