Covid-19: Isolamento social apresenta significativo crescimento

 Segundo levantamento do Observatório de Sergipe, com o feriadão do final de semana, houve um crescimento pequeno, mas significativo no índice de isolamento social

O índice de isolamento social em Sergipe apresentou crescimento durante o feriadão, de acordo levantamento do Observatório de Sergipe. Segundo análise, com o feriadão do final de semana dado pelo governo do Estado, antecipando o feriado de 08 de julho, e pelas prefeituras, principalmente na Região Metropolitana de Aracaju, antecipando o São João, houve um crescimento pequeno, mas significativo.

Na sexta-feira, dia 22, o índice de isolamento subiu 5 pontos percentuais de uma sexta-feira para outra em Sergipe, chegando a 6 pontos percentuais em Aracaju, segundo dados da IN LOCO. Já para o feriado, de segunda-feira(25), antecipando o São João, o aumento foi de 3 pontos percentuais em Sergipe, chegando a 5 pontos em Aracaju. 

 “Neste final de semana, com os feriados decretados, houve uma pequena melhora entre 5 a 6 pontos, principalmente na Grande Aracaju. Ainda não é suficiente, o ideal é que esse índice chegue a 60 até 70 % de isolamento social. O isolamento de hoje é aquele que vai evitar  a UTI daqui a 10 a 12 dias, que é o tempo de incubação e manifestação do vírus”, declarou o coordenador do Observatório de Sergipe, Ciro Brasil. 

Junto principalmente com os domingos, que tradicionalmente tem maior média de adesão ao (46% no estado e 49% em Sergipe), obtém-se uma sequência de dias com maior isolamento social, que apesar de ainda longe do ideal, contribuem para o achatamento da curva de contaminação do Covid-19 no estado, sobretudo num momento que a lotação das UTIs está próxima da saturação. 

 “Temos observado como muito preocupação a baixa adesão ao isolamento social. De abril até maio, temos visto quase como uma estagnação desse isolamento social, na casa dos 40% durante a semana e aumentando um pouco mais aos domingos, chegando a 50 % de adesão, o que não é suficiente. A gente está na eminência de uma crise em nossas UTIs e a população sergipana tem que entender que o isolamento social é uma das poucas ferramentas que temos para barrar a curva de crescimento da Covid-19 em Sergipe. Quando aderimos ao isolamento social estamos pensando nos vizinhos, nos colegas, na família, desconhecidos, que podem precisar de uma UTI e não conseguir obter uma vaga”, alertou o coordenador.

Comente: