CONIVALES promove encontro técnico sobre compras compartilhadas 

 
Uma novidade ainda em Sergipe na gestão pública é a criação de consórcios públicos envolvendo os municípios. Em outros Estados, até mesmo no vizinho Alagoas, os consórcios se firmaram como institutos que podem trazer uma nova perspectiva no gerir da coisa pública. Apresentam, inclusive, instrumentos inovadores na área da gestão pública, a exemplo da ferramenta de gestão compartilhada das compras que venham a ser realizadas pelos entes consorciados.
Em Sergipe, a primeira compra compartilhada foi realizada pelo CONIVALES – Consórcio Intermunicipal do Vale São Francisco – voltada ao setor de medicamentos. E para aprofundar esse mecanismo e agilizar os processos de compra, a entidade promoverá seu primeiro Encontro Técnico, que irá acontecer no auditório da Codevasf, em Aracaju, na próxima sexta, 3, a partir das 8h.
De acordo com o presidente do CONIVALES, Franklin Ramires Freire Cardoso, prefeito de Amparo do São Francisco, o encontro tem como público-alvo os prefeitos, secretários municipais de Saúde; de Controle Interno; de Finanças; procuradores, farmacêuticos e equipe de licitação dos municípios.
A abertura está prevista para às 8h30, com a apresentação de Relatório a respeito do Primeiro Pregão Eletrônico e da Primeira Compra realizados pelo CONIVALES. Às 9h, o controlador interno do Consórcio, Ramiro Rocha, falará sobre “Empenhos e transferências financeiras para realização das Compras Compartilhadas”.
Às 9h30 o tema será “Registro das Contas de Responsabilidade e liquidação das transferências financeiras para compras compartilhadas”, com Edgard Brito, Coordenador Administrativo da CAT Consultoria. Logo após, às 10h, o farmacêutico Ronaldo Lima, Gerente Técnico do CONIVALES, falará sobre “ Processo de Compras e utilização da Plataforma modulo-bs.”
“Tenho certeza que será um encontro proveitoso, com muitas informações importantes para os gestores e suas equipes. Nosso objetivo é aproximar nossa equipe técnica dos municípios, facilitando os processos e dando maior agilidade e transparência nos serviços ofertados. E no final, o grande beneficiado é a população, com a economia dos recursos públicos e maior rapidez na execução dos serviços”, frisa Franklin Freire.
COM INFORMAÇÕES DA T. DANTAS COMUNICAÇÃO E MARKETING

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *