RETROSPECTIVA 2016: SSP contabiliza aumento de 279,5% na apreensão de drogas este ano

Neste quinto dia de retrospectiva da SSP/SE ao longo de 2016, o destaque vai para apreensão de quase uma tonelada de drogas até setembro deste ano, durante operações desencadeadas pelo Departamento de Narcóticos da Polícia Civil e Batalhão de Radiopatrulha (BPRp) da Polícia Militar. A marca é fruto do trabalho de integração entre as duas polícias.
 

Quase uma tonelada de drogas apreendidas somente este ano, durante operações desencadeadas pelo Departamento de Narcóticos da Polícia Civil e Batalhão de Radiopatrulha (BPRp) da Polícia Militar. A marca é 279,5% maior que os contabilizados em todo o ano de 2015. Esse número faz parte de um balanço realizado pelas duas unidades especializadas, apresentado na quarta-feira, 28 de setembro, na Secretaria de Segurança Pública de Sergipe.

 

Durante coletiva, que contou com a participação do diretor do Denarc, delegado Osvaldo Resende, e do subcomandante do BPRp, major Lucas, o secretário da SSP/SE, João Batista, parabenizou os resultados positivos colhidos com essa parceria. “Esses números comprovam o grande potencial de integração entre as duas polícias. Um trabalho de parceria e de confiança que vem dando excelentes resultados. Prova disso é a apreensão de quase uma tonelada de drogas, de traficantes, de armas de fogo, números recordes em relação aos anos anteriores. E é importante ressaltar que a cada traficante retirado das ruas, a cada droga ou arma de fogo apreendidas, estamos salvando vidas. Portanto, parabenizo por essa atuação, por trabalharem sempre na mesma direção, com o mesmo objetivo, que é a redução dos índices de criminalidade no Estado”, parabenizou João Batista.

 

Segundo os dados, até setembro de 2015, as duas unidades apreenderam 4,4kg de crack, 39kg de cocaína e 217kg de maconha, totalizando 260,4 quilos de drogas apreendidas. Já no mesmo período do deste ano, as duas unidades chegaram à apreensão de 6,8kg de crack, 31,5kg de cocaína e 950kg de maconha, alcançando 988,3 quilos de entorpecentes apreendidos com traficantes.

 

De acordo com o diretor do Denarc, um dos fatores que contribuem para o sucesso das operações diz respeito à intensa troca de informações e análise minuciosa de vários casos denunciados pela população, por meio de canais como o Disque-Denúncia 181, aplicativo Disque Denúncia SE e pelo 190 do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp). “Essas apurações detalhadas possibilitam que as duas unidades especializadas façam abordagens a veículos em vias públicas com segurança e quase sempre apreendendo grandes quantidades de drogas. Desta forma, agradecemos o apoio da população”, ressaltou Osvaldo Resende.

 

Na oportunidade, o subcomandante do BPRp, major Lucas, ratificou o empenho das duas unidades especializadas no tocante ao trabalho de integração e ressaltou o comprometimento das duas equipes no combate à criminalidade, tanto na capital quanto no interior do Estado: “Vamos continuar com essas ações conjuntas a fim de retirar mais infratores, armas e drogas de circulação e de garantir à população mais segurança, mais tranquilidade”.

Comente: