Policial militar conduzirá Tocha Olímpica em sua passagem por Sergipe

“A indicação do meu nome é um reconhecimento não especificamente do meu trabalho, mas do trabalho de todos os voluntários do projeto Estrelas do Mar”. O cabo Byron Virgílio dos Santos Silva, da Polícia Militar de Sergipe, é uma das personalidades que conduzirá a tocha durante o tour da chama olímpica pelo Brasil. Ele foi um dos 12 mil condutores selecionados em mais de 300 cidades brasileiras para participar do evento. O militar, lotado na Companhia de Policiamento Turístico (CPTur), foi reconhecido por sua atuação no projeto social Estrelas do Mar, voltado especialmente para pessoas com Síndrome de Down e do qual é idealizador.

 

Byron1Cabo Byron recebe a tocha às 19h do sábado, 28, na avenida Tancredo Neves, na altura da sede da Nissan, e percorre 200 metros, após os quais reveza a chama com outro condutor. Ele leva consigo o reconhecimento público do projeto Estrelas do Mar, que oferece aulas de bodyboarding, promove socialização, atendimento psicológico e atividades físicas a pessoas com necessidades especiais. O projeto foi criado em 26 de junho de 2011 e conta hoje com cerca de 40 voluntários, sempre com atividades aos sábados, a partir das 9h, no Bar Solarium, na rodovia José Sarney, Zona de Expansão de Aracaju.
Byron2Atualmente com mais 100 pessoas atendidas, com idade entre dois e 43 anos, o projeto é fruto da somação de esforços de pessoas abnegadas, afinadas em um propósito comum: levar alegria e bem estar às pessoas com deficiência. “Estou apenas representando um grupo que pensa na inclusão da pessoa com deficiência, que acredita que todo mundo é capaz e que basta ter oportunidade. Um grupo de pessoas solidárias ao próximo, que abdica de seu lazer com o intuito de promover alegria, atividade física, satisfação para outras pessoas que não teriam tal oportunidade em virtude de não poderem fazer isso sozinhas”, salientou Byron.
A iniciativa do Estrelas do Mar foi escrita pela esposa do cabo Byron, a capitã Anne Bastos, e por um voluntário do projeto e encaminhada à Motor Company Nissan, empresa multinacional patrocinadora oficial das Olimpíadas Rio 2016. Dentre outras tantas histórias, a do militar foi selecionada e concretizou sua participação na condução da tocha olímpica em sua passagem por Sergipe.
Ciente da importância de cada voluntário e cada pessoa atendida pelo projeto, cabo Byron reforça que é apenas um entre milhões de voluntários no mundo que acreditam no poder do amor para transformar a realidade em que vive. “Sou apenas um nome. Estou representando aqui todos os voluntários do projeto Estrela do Mar, as famílias que acreditam no nosso trabalho, os guris assistidos pela iniciativa, os quais, todos os sábados, nos dão a alegria e satisfação de estarmos juntos”, concluiu o idealizador do projeto Estrelas do Mar.
Fonte: Ascom/PMSE

Comente: