Polícia Civil identifica autor de ameaças contra delegada Danielle Garcia em redes sociais

Investigado, que já se encontrava preso, será indiciado por ameaça, falsa identidade, e ingresso ilegal de celular um unidade prisional

O autor das ameaças de morte feitas à delegada Danielle Garcia, por meio de uma rede social, foi identificado como D. S. Silva. Ele já se encontrava preso no Complexo Penitenciário Dr. Manoel Carvalho Neto (Copemcan), onde cumpre pena pelo crime de latrocínio. As ameaças ocorreram no dia 5 de maio e a investigação foi conduzida pela Delegacia de Simão Dias, com o apoio da Polícia Penal.

Segundo o delegado Clever Farias, o perfil falso foi identificado e chegou-se à verdadeira identificação do autor do crime. “As ameaças ocorreram por meio do perfil falso de Kayc Santos. Com as informações  fornecidas pelos operadores de telefonia, descobrimos que o presidiário foi o autor da ameaça, utilizando um aparelho celular dentro do Copemcan, onde se encontra preso desde 2012 pelo crime de latrocínio”, detalhou.

No dia 8 de julho, a Polícia Penal realizou revista na cela onde ele estava custodiado na unidade prisional e foram apreendidos tanto o celular utilizado para realizar as ameaças, quanto outros telefones celulares. D. Santos Silva será indiciado pelo crime de falsa identidade, ameaça e ingresso ilegal de celular um unidade prisional.

Comente: