Polícia Civil deflagra operação que coíbe a prática dos jogos de azar

A ação aconteceu em 26 pontos da cidade de Aracaju

A Coordenadoria de Polícia Civil da Capital (Copcal) realizou uma operação que coibe a prática ilícita dos jogos de azar. A ação realizada nesta quinta-feira, 6, averiguou 26 pontos na cidade de Aracaju e resultou num total de 20 pessoas conduzidas à Central de Flagrantes. Segundo informações da delegada Viviane Pessoa, a operação se deu a partir da observação do crescimento na prática ilícita dos jogos de azar, que envolvem o Jogo do Bicho e EsporteNet, por exemplo. Com a ação policial, 20 pessoas foram conduzidas à Central de Flagrantes e responderão judicialmente. A pena pelo crime é de três meses a um ano de prisão. Para a delegada, a operação serve com alerta para as pessoas que utilizam e participam desses jogos de azar. “A maior mazela desse elito é que pessoas começam a empregar o dinheiro do seu sustento nesse jogo acreditando que vai ter um ganho. Muitas pessoas, inclusive, não sabem que essa é uma prática ilícita”, ressalta Viviane Pessoa.

Comente: