Cope prende suspeito de alugar armas para a prática de crimes e apreende armamentos na Piabeta

Na ação, foram apreendidas pistolas, revólveres, espingardas e fuzil
A equipe do Complexo de Operações Policiais Especiais da Polícia Civil (Cope) prendeu em flagrante na tarde na última sexta-feira, 19, M. C.  S. , 37 anos, no povoado Piabeta, no município de Nossa Senhora do Socorro.
Durante a ação, os policiais encontraram pistolas, revólveres, espingardas calibre 12, um fuzil 762, munições e uniforme da Polícia Militar. O delegado André David, responsável pelas investigações, acredita que pela quantidade de armas e munições, o acusado alugava os armamentos para a prática de crimes na capital e interior sergipano.
“A investigação contou com a Divisão de Inteligência e Disque-Denúncia 181 da Polícia Civil. Seguimos ao local para fazer um levantamento preliminar e visualizamos Miraldo. Ele estava em frente à própria residência, apresentando comportamento bastante suspeito, andando nervoso de um lado para o outro. Resolvemos então abordá-lo, fora da sua residência, e localizamos uma pistola calibre .40 de uso restrito mais um carregador. Ele não reagiu a abordagem, não esboçou nenhuma reação, por isso está preso e teve sua integridade física respeitada. Além disso, não tem passagem pela polícia”, destacou o delegado André David.
Segundo as investigações, o delegado informou que as armas apreendidas apontam fortes indícios de que o suspeito participa de alguma organização criminosa.
“Solicitamos e ele permitiu a entrada na residência, onde apreendemos um fuzil 762, revólveres e espingardas calibre 12. Ele alegou que as armas de fogo fossem do pai, que faleceu há 15 dias e seria colecionador. Não acreditamos nessa versão e continuamos investigando”, ressaltou André David.
Miraldo está detido no Cope e responderá pelo porte ilegal de arma de fogo enquanto aguarda a conclusão das investigações da polícia para descobrir se ele tem algum comparsa e uma possível lista de clientes para aluguel das referidas armas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *