Ciosp alcança 4,7 mil ocorrências relacionadas à desobediência e aglomeração de pessoas desde publicação de decreto

1.349 Termos Circunstanciados de Ocorrência foram encaminhados para a Justiça

Até a última sexta-feira (27), o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) contabilizou 4.717 ocorrências registradas relacionadas ao descumprimento do Decreto Governamental nº 40.567. O Ciosp já identificou 1.349 pessoas que deverão responder na Justiça pelo descumprimento do decreto que determina o fechamento de estabelecimentos comerciais, a exemplo de bares e restaurantes.

Em quase 12 anos de inaugurado, o Ciosp vem registrando mais casos de desobediência que o de perturbação de sossego. Aliás, a maioria dos casos de perturbação de sossego infringem o que está estabelecido em decreto, pois há uma grande aglomeração de pessoas, em muitos casos em locais abertos.

De acordo com o tenente-coronel Eduardo Brandão, diretor do Ciosp, os números continuam subindo e a Polícia Militar continua recebendo diversos chamados em decorrência de pessoas que insistem em abrir estabelecimentos comerciais ou que se aglomeram em locais públicos. As equipes policiais estão nas ruas fiscalizando o cumprimento do que determina o decreto.

Comente: