Os membros da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa acompanharam, nessa terça-feira (27), na Sala de Comissões, a prestação de contas do 3º quadrimestre do exercício de 2017 feita pelo secretário de Estado da Saúde, José Almeida Lima. Até meados da tarde o gestor fez a exposição dos números da Pasta que gerencia e ficou à disposição para responder a todos os questionamentos dos parlamentares. Sua prestação atende a um disposição constitucional e regimental da Alese.

Almeida Lima agradeceu a oportunidade e manifestou o apreço que tem ao Legislativo Estadual e revelou uma dotação inicial de R$ 1,04 bilhão e 100% da despesa liquidada com um pouco de suplementação. “75% desse volume foram recursos do tesouro estadual. Em 2017 a Secretaria da Saúde recebeu R$ 36,4 milhões a menos do que 2016 e cumprimos os 12%. Na minha posse eu disse que o Governo do Estado não se preocupasse em repassar recursos acima do que já vinha sendo aplicado em 2017 e 2018 porque nós faríamos mais por muito menos”, disse, alegando que as dificuldades financeiras do Estado contribuíram para chegarem menos recursos para a Saúde.

O secretário disse ainda que realizou 26 auditorias, estabelecidas pelo SUS, para renovação de contratos. “Ao todo foram 18.660 auditorias. A nossa Produção Ambulatorial de Unidades sob gestão estadual registrou 8,6 milhões de procedimentos; já a Produção Ambulatorial de Unidades sob gestão municipal e gerência estadual registrou 526.725 procedimentos. Aconteceram 40.444 Internações Hospitalares de Unidades sob gestão estadual e 6.273 Internações Hospitalares de Unidades sob gestão municipal e gerência estadual”.

Ações

IMG-20180327-WA0245Almeida Lima destacou investimentos feitos no Hospital Regional de Itabaiana como a aquisição de um aparelho Tomógrafo para o Hospital e adequação do espaço físico para instalação do aparelho e edital do PSS para prover de recursos humanos em andamento; para o Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE) foi elaborado um projeto arquitetônico para viabilizar a implantação de Hospital Pediátrico, no qual constará área física para implantar mais 10 leitos de UTI Pediátrica, totalizando 20 leitos.

Também se concluiu o Curso de Aeromédico (1ª turma de 31/08 a 05/09/17), certificando os profissionais (médicos e enfermeiros) do SAMU 192, através do Grupamento Tático Aéreo (GTA). Houve ainda a construção de Anexo da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes e 70% da obra da antiga Maternidade Hildete Falcão. “Para as pessoas com deficiência temos a construção do CER IV com capacidade para 200 pacientes/dia, 97% do 1º contrato da obra já executado e 5% do 2º contrato, num investimento do Ministério da Saúde de R$ 23,5 milhões e uma contrapartida do Proinveste de R$ 4,7 milhões”.

O secretário destacou ainda a construção do Hospital Especializado em Câncer Governador Marcelo Déda Chagas que, segundo ele, a obra estava 3,65% concluída. Ele também falou em expansão da Radioterapia com a conclusão da obra estrutural do Bunker; com a entrega do Acelerador Linear, em 21/09/2017; a montagem eletromecânica/instalação do equipamento no setor de radioterapia; o treinamento dos profissionais que irão operacionalizar o referido; restando apenas a autorização de funcionamento pela Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN).

 

Da Agência de Notícias Alese

 

Foto: Jadílson Simões