PL de Américo de Deus declara a Parada LGBT de Sergipe como patrimônio cultural do município de Aracaju

A 18ª edição da Parada LGBT de Sergipe aconteceu neste domingo, 25, na Orla de Atalaia, trazendo o tema ‘50 anos de resistência, nunca foram tão necessários para nossa existência’. O evento é tradicional e mostrou a luta pelos direitos da comunidade LGBT. Na ocasião, o vereador Américo de Deus (Rede) foi homenageado por apresentar o projeto de lei (PL) nº 249/2019, que declara como patrimônio cultural do município de Aracaju a Parada LGBT de Sergipe.
“Foi um momento muito importante para a comunidade LGBT, que tanto luta para que se tenha liberdade de escolha. Fiquei muito feliz em fazer parte desse momento e também manifestar meu apoio através do PL e da fala concedida durante o evento. Protocolamos o projeto de lei 249/2019 que considero importante, pois é mais uma ação afirmativa e contribuirá no combate a discriminação e promoção dos Direitos LGBT”, declarou Américo de Deus.
Cabe lembrar que entende-se por Patrimônio Cultural os bens de natureza material e imaterial, tomados individualmente ou em conjunto, portadores de referência à identidade, à ação, à memória dos diferentes grupos formadores da sociedade brasileira, conforme dispõe o artigo 216 da Constituição Federal.

Comente: