A deputada estadual Maria Mendonça (PSDB) voltou a ocupar a tribuna da Assembleia Legislativa para manifestar solidariedade aos caminhoneiros paralisados nas estradas por todo o país. “É preciso que o Governo Federal entenda que essa categoria é forte, mas já passou por todas as dificuldades que poderia passar, embora tenha em seu DNA o espírito guerreiro do homem trabalhador que busca na boleia do caminhão o progresso do Brasil”, disse Maria na sessão plenária de hoje (24), sinalizando a “necessidade de uma solução urgente para que os caminhoneiros possam retomar suas atividades”.

A parlamentar criticou a “falta de sensibilidade da União” que se recusa a rever a política de reajuste dos combustíveis da Petrobras e ainda avalia a redução da carga tributária para o diesel. “Não dá mais para trabalhar no Brasil tendo, todo dia, o preço do combustível diferente, mas a solução está na vontade política”, afirmou Maria Mendonça, ressaltando que “os caminhoneiros não são responsáveis pelo desequilíbrio da Estatal que agora tenta impor a conta dos seus desmandos aos trabalhadores injustamente”.

A mobilização do setor de transportes, observou Maria Mendonça, já começa a ter reflexos em diversos serviços públicos em todas as regiões do país. “Vários postos estão com o estoque de combustíveis terminando, nos supermercados começam a faltar produtos, o transporte coletivo e a coleta de lixo também já estão comprometidos graças à insensibilidade do Governo”, elencou a deputada lembrando que “o Brasil se movimenta sobre os eixos dos caminhões, por isso, é dever do Executivo acabar com a prática abusiva de aumentos descontrolados sobre os preços dos combustíveis”.

Assessoria.