Luciano Bispo fala sobre a TV e o Legislativo em Webinar do TCE

O presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), deputado Luciano Bispo (MDB), participou na manhã desta quarta-feira, 16, do III Webinário do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe sobre os 70 anos da televisão no Brasil.

Luciano destaca a importância da TV Alese

O tema discutido foi “A Televisão, Instrumento da Informação e Ferramenta da Educação”. No evento presidido pelo conselheiro Carlos Pina, o presidente Luciano Bispo falou sobre a TV e o Legislativo Estadual.

“Fico bastante honrado com o convite, pois comemorar os 70 anos da televisão no Brasil é comemorar uma parte da história da democracia no nosso país e ver a evolução desse importante veículo de Comunicação. Pra mim é gratificante falar sobre a televisão e o legislativo estadual”, afirma relembrando que a TV chegou ao Brasil em 18 de setembro de 1950, com a coragem e a ousadia do empresário e jornalista paraibano Assis Chateaubriand, inaugurando a TV Tupi.

Sinal Aberto

Conselheiro Otávio Lessa também participou do evento

Luciano Bispo ressaltou que a criação das TVs legislativas representou um avanço democrático no Brasil, já que tornaram públicas as ações do interesse da cidadania. Ele disse ainda que somente em 15 de dezembro de 2016, com a expansão do sinal digital das emissoras públicas (TV Senado e TV Câmara), em acordo firmado, a TV Alese inaugurou a transmissão digital aberta, na sua gestão como presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe, alcançando um número cada vez maior de telespectadores.

“A TV Alese leva informação 24 horas por dia, investe em mais equipamentos e na ampliação gradativa do seu alcance, com a implantação da Rede Legislativa de Televisão e Rádio na capital e a proposta de levá-la ao interior sergipano”, informa.

Ele enfatizou que além de disseminadora da informação do conteúdo produzido na Casa Legislativa, servindo como forte ferramenta de transparência na gestão pública, a emissora desenvolve um jornalismo comprometido com a imparcialidade e a produção de programas que abordam a realidade dos sergipanos, assim como do Brasil e do mundo.

Pandemia

A TV Legislativa encurta a distância entre o parlamento e a sociedade através da informação, política, cultura, arte, história, música e educação. “Agora na pandemia, tivemos que nos reinventar; a TV Alese passou a realizar muitas tarefas de casa e num esforço conjunto, os trabalhos da Assembleia Legislativa puderam continuar através das sessões remotas. Os programas e entrevistas aconteceram de forma online”, explica.

O presidente acrescentou que, na pandemia do novo coronavírus, muitos alunos ficaram sem aulas e devido a uma parceria entre a Alese e a Secretaria de Estado da Educação, os estudantes puderam assistir as revisões do Enem pela TV Alese e pelo canal do Youtube da emissora.

“Esse ano, ultrapassamos mais de oito mil pessoas inscritas no canal do Youtube da TV Alese. Isso significa que são milhares de pessoas informadas com o nosso conteúdo que leva à comunidade, notícias do Poder Legislativo de Sergipe, fortalecendo a relação do parlamento com o cidadão, passando a ser a 5ª Assembleia do Nordeste com mais seguidores”, comemora.

Novo Canal

No Webinar do TCE/SE, o deputado Luciano Bispo informou que desde o último dia 29 de agosto, uma Resolução do Ministério das Comunicações alterou alguns canais das TVs Legislativas. “A TV Alese saiu do 48.2 para o 5.2, uma forma de ficar na mesma faixa de sintonia dos canais comerciais, a exemplo da Globo e da Record, aqui em Sergipe. Essa mudança foi um importante marco para as TVs legislativas do país”, diz.

Bispo complementou: “A Assembleia Legislativa tem um papel fundamental e o povo precisa conhecer cada vez mais o que fazemos e como fazemos. A nossa política de Comunicação é deixar transparentes as nossas atividades, informando ao povo as nossas ações. Por isso, a TV Alese é fundamental, não só na expansão e divulgação, mas como complemento do que podemos fazer pelo povo. Discutindo, propondo e levando de todas as formas, cidadania, informação, arte, cultura e educação, divulgando as potencialidades de sua terra e da sua gente”.

Evento

Participaram também do debate, o conselheiro do TCE de Alagoas, Otávio Lessa, destacando a TV do Tribunal de Contas. “Hoje temos a possibilidade de transmitir esse evento para que os alagoanos tenham oportunidade de participar, que talvez não tivesse em uma emissora por assinatura”, afirmou destacando a importância de dar à sociedade, a visão do TCE com planejamento e governança, para que nos respeitem mais após entender as ações dos Tribunais de Contas.

O presidente da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), o jornalista Luciano Correia, falou sobre TV Aberta, TV Fechada e TV corporativa e o diretor da Escola do Legislativo, Marcos Vander Costa da Cunha, falou sobre a TV do Legislativo Municipal.

Na ocasião, o presidente Carlos Pina homenageou os jornalistas Raimundo Luiz, Reinaldo Moura e Theotônio Neto. “São três jornalistas pioneiros da TV, ligados ao Tribunal de Contas de Sergipe. Theotônio Neto é o atual diretor de Comunicação no TCE”, afirma agradecendo a todos pela participação e debates em torno dos 70 anos da televisão no Brasil.

Fotos: Joel Luiz

Por Aldaci de Souza

Comente: