Na manhã desta terça- feira, 14 de novembro, o presidente e deputado estadual Luciano Bispo (PMDB), recebeu em seu gabinete representantes da Coordenação Estadual do Jovens Embaixadores, do Programa Jovens Embaixadores, criado pela Embaixada dos Estados Unidos em 2002, bem como os alunos selecionados, Paulo Teylor, do Colégio Estadual  Murilo Braga, de Itabaiana, e Sérgio Vieira, do Colégio Estadual Atheneu Sergipense.

O Programa Jovens Embaixadores visa beneficiar alunos brasileiros da rede pública com intercâmbio, que são exemplos em suas comunidades – em termos de atitude positiva, consciência cidadã, excelência acadêmica e conhecimento da língua inglesa, realizado em parceria com o Conselho Nacional de Secretárias de Educação (Consed).

Segundo a coordenadora estadual, Célia Gil, “O programa para Sergipe é de grande importância, uma vez que  dá visibilidade ao estado, o Brasil e o mundo, em termos de potencial educacional, sobretudo, que as escolas públicas tem excelentes alunos, coisa que nem sempre são mostradas”, disse  ressaltando “Esses alunos estão de parabéns, junto com seus colégios e professores”.

Célia Gil explicou que o processo seletivo do Programa Jovens Embaixadores, se deu com jovens  entre 15 e 18 anos da rede pública de todo o Brasil, através da rede social Facebook onde os candidatos interessados preencheram o pré- cadastro. Ao todo em Sergipe foram realizadas  218 inscrições, onde quatro foram finalistas e dois selecionados pela embaixada americana onde farão um intercâmbio estudantil de 20 dias, ficando hospedados em casa de famílias americanas e participarão de atividades culturais.

Para o presidente da Casa Parlamentar, o deputado Luciano Bispo disse que é motivo de orgulho alunos da rede pública se destacando no ensino com visibilidade no mundo, e, principalmente, por ter  um aluno filho de Itabaiana, sua terra natal. “Estou disposto a ajudar, não só como parlamentar, mas como cidadão”, pontuou Bispo.

De acordo com Paulo Teylon, que pretende ser professor de inglês, o programa é totalmente gratuito, oportuniza alunos da rede pública a possibilidade de acreditar em seus sonhos, afirmou. ” Eu desde criança sonhava em conhecer os EUA e sua cultura, quando saiu o processo seletivo não perdi tempo para a inscrição e cumprir os pré- requezitos. Uma felicidade só”, frisou.

Sérgio Vieira mostrou-se também feliz com a experiência que terá a partir de janeiro de 2018. “Acredito que o intercâmbio será uma experiência única, onde espero poder consumir tudo o que há de bom lá e poder trazer e compartilhar com as pessoas que me cercam”, salientou.

 

Por Agência de Notícias Alese –  #RedeAlese

Foto: Jadilson Simões