Emília pede providências ao Estado contra a violência 

A defensora pública e vereadora, Emília Corrêa (PEN) repudia a onda de violência que está tomando conta do estado de Sergipe. Segundo a parlamentar, o clima de insegurança tem assustado as famílias sergipanas.
De acordo com Emília, as famílias sergipanas exigem das autoridades e órgãos responsáveis pela segurança pública,  respostas concretas frente ao acelerado aumento da brutal violência que atinge Sergipe.
“Muitos são os fatos que estão acontecendo nos diversos municípios sergipanos; o mais recente foi a violência contra o Parque dos Falcões, em Itabaiana; quando pessoas foram agredidas e aves raras mortas é furtadas”, lamentou.
Para Emília, os agentes públicos responsáveis pela ordem pública não estão conseguindo inibir as ações criminosas, o que reflete no grande índice de crimes em todos os cantos do Estado de Sergipe.
“Engane-se quem pensa que o interior ainda é uma opção segura para fugir da criminalidade, que toma conta dos grandes centros urbanos, pelo contrário,  a violência não faz escolhas; até aves e animais não escapam dessa lamentável realidade”, pontuou.
Por fim, a vereadora considera fracas as ações policiais no combate à criminalidade e ao tráfico de drogas no Estado. A violência tem figurado de forma negativa e assustado as famílias que lamentam o atual cenário de barbárie.
“O medo de ser vítima da violência aterroriza os sergipanos, diariamente; enquanto isso, o Estado não implementa medidas para combater o crime e dar um basta verdadeiramente a esse derrame de sangue urbano”, concluiu.
Por Andrea Lima – DRT 1861 SE
Ascom/EC
Foto: César de Oliveira

Comente: