Emília afirma que falta respeito e humanidade da gestão municipal para resolver a situação dos renais

Em defesa dos pacientes renais de Sergipe, a vereadora Emília Corrêa (Patriota) usou a Tribuna da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), na manhã desta quinta-feira, 16, para falar sobre a participação em uma reunião da comissão de saúde da Câmara com o secretário estadual da pasta, para tratar da situação dos pacientes que encontram dificuldades diversas para conseguir prosseguir com o tratamento renal nos hospitais do estado.

A parlamentar destacou a ausência dos representantes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), bem como de alguém que pudesse falar em nome da gestão do município. “Caros colegas, na tarde desta quarta-feira, estive presente juntamente com assessores e parlamentares da comissão de saúde, instaurada por essa Casa, em uma reunião na Secretaria Estadual de Saúde, cuja pauta foi a situação dos muitos sergipanos que precisam de tratamento renal em nosso Estado, mas para o meu maior espanto ninguém da gestão municipal esteve presente, mesmo tendo sido convidados para a reunião, não fizeram questão de estar presente e muito menos justificar”, afirmou.

Emília chamou atenção dos presentes para um possível descaso com a situação dos pacientes renais. “Me parece que falta interesse da atual gestão em resolver os problemas dos renais crônicos de Sergipe, que é um assunto de extrema seriedade. As pessoas perdem qualidade de vida, elas morrem na máquina e simplesmente a gente vê a secretaria municipal de saúde não enviar um representante para uma reunião tão importante. Isso é uma falta de respeito e mais de humanidade com o povo que está morrendo por falta de assistência”, pontuou.

Ainda falando sobre a situação da saúde em Aracaju, a vereadora ressaltou o prazo dado pela justiça para que o prefeito Edvaldo Nogueira faça uma audiência de conciliação com os médicos da capital, que continuam em greve. “Hoje pela manhã eu ouvi uma entrevista que falava justamente da decisão judicial que obrigada a gestão municipal a se reunir com os médicos, mas até agora nada aconteceu, nada está resolvido, o prefeito não se prontifica a negociar e resolver essa situação, mentem dizendo que já fizeram reuniões sobre o assunto e tentam enganar a população. Isso é um desrespeito com o povo e só mostra que eles não dão a devida importância a saúde dos aracajuanos”, concluiu.

Por Andrea Lima, Assessora de Imprensa do parlamentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *