“A SMTT é a pior pasta representante da administração de Edvaldo Nogueira”, afirma Isac

A declaração do vereador Isac Silveira (PCdoB), foi feita durante uma entrevista para a Rádio Xodó FM Aracaju, aos radislistas Eduardo Carvalho e Welder Ban, em que foram discutidos assuntos voltados a mobilidade urbana da capital sergipana. Questionado sobre a atuação da Superintendência Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT), o parlamentar foi taxativo em sua opinião. “Todos sabem que sou contrário ao que acontece alí, em termos de administração. Eu disse ao prefeito Edvaldo Nogueira que o pior representante da administração municipal é Aristóteles Fernandes, por sua incapacidade, que é reconhecidamente por todos. A SMTT é de uma inoperância sem controle, e não é pelos agentes”, afirmou Isac.

Sobre os pedidos e cobranças feitos ao órgão, o vereador disse que nenhum vereador é atendido, e citou alguns dos protocolos que já foram feitos há tempos, e que até agora nada foi realizado como, por exemplo, a faixa de pedestres na Rua Claúdio Batista, no Santo Antônio e na Avenida Pedro Valadares, no Bairro Jardins, a instalação de quebra-molas em várias outras localidades. “Como pode, você pedir para pintar uma faixa e não pintar, você pedir para colocar um semáforo e não colocar? Nós já tivemos bons administradores, mas agora temos essa pessoa que não consegue dar uma cara nova ao trânsito de Aracaju. O Aeroporto é um centro de reclamações, e ninguém sabe o que fazer, ninguém sabe onde deixar o carro. Na Câmara cinco vereadores já fizeram requerimentos convocando o superintendente Aristóteles para explicar as ações da pasta e até hoje ele não foi. Vamos entrar com uma ação de responsabilidade, porque ele é obrigado pela Lei Orgânica ir à casa legislativa. Então se ele não vai por bem, vamos usar a força da lei”, declarou Isac sobre as reclamações que são realizadas, quase que diariamente, pela maioria dos vereadores de Aracaju.

Outro assunto polêmico que também fez parte da pauta foi o possível aumento no valor da passagem do transporte público urbano, que de acordo com o que foi colocado pela grande mídia, nos últimos dias, o valor pedido pelas empresas de reajuste pode fazer a passagem chegar ao valor de R$ 4,40. “Eu sou contra esse aumento, porque acho abusivo. Em comparação a outros territórios nós temos a maior passagem. Em Fortaleza que é o mesmo valor, existe ainda o benefício de estudantes pagarem apenas um real. No Rio de janeiro e em São Paulo, que as pessoas andam quilômetros a mais, a passagem custa 0,20 centavos a mais”, disse Isac, que ainda ironizou. “Ocupamos a primeira posição quando o assunto é ter a pior frota de ônibus do Brasil. Sem falar dos atrasos, que passam dos 30 minutos. Aí eu pergunto: o que justifica esse aumento? ”, indagou o vereador.

Isac ainda explicou que atualmente o prefeito Edvaldo Nogueira é quem tem o poder de fixar o valor da passagem, porque não é obrigação da câmara fixar valor de tributo, mas sim, de competência do executivo. E fez uma ressalva dizendo que para o executivo fixar o valor é preciso que a Câmara analise as planilhas, mas deixou claro que isso não está acontecendo. “Por estes comportamentos vamos entrar com uma ação de obrigação de fazer, porque só pode ser fixado o valor da passagem, após aprovada a planilha pelo legislativo. Estamos vivendo em uma profunda crise econômica, mas parece que o poder público e as empresas não entenderam isso ainda. O país caminha lentamente para sair da crise, se o Estado e a Prefeitura não entendem isso, como ficamos? É preciso ter uma fiscalização sobre os horários, as condições dos ônibus. Só quem precisa do transporte público sabe quais são os percalços”, finalizou o vereador Isac Silveira.

Foto: SMTT

Por Assessoria de Imprensa do parlamentar

Comente: