Vereadores de Moita falam sobre projetos apresentados à Casa

Os vereadores de Moita Bonita levaram à Plenária assuntos relevantes nas últimas sessões que aconteceram no mês de setembro. Entre os temas, estiveram o Projeto de Lei (PL) nº 013/2018, que fala sobre “as regras de utilização de água dos reservatórios do município”; e também o PL nº 012/2018, que fala sobre “admissão no Município, dos diplomas de Pós-Graduação “Stricto Sensu”, sob a égide do acordo firmado no âmbito do Mercosul”, projeto este que foi recusado pelo Executivo municipal.

Durante as sessões, os parlamentares fizeram questão de usar a tribuna para explanar suas ideias e dar explicações sobre os projetos apresentados, como foi o caso do vereador Elias Santos (PROS), que falou do PL nº012/2018, de sua autoria. O parlamentar falou da posição da Prefeitura, que enviou a Casa o Ofício nº 123/2018, solicitando o veto do projeto. Para ele, o reconhecimento do título é um merecimento necessário para o servidor municipal.

Os vereadores Thalles Costa (PROS), Clóvis Vieira (PSD), e o líder da Oposição, Jorginaldo Barbosa (SD) também fizeram questão de subir a tribuna e abordar assuntos que envolvem a comunidade de Moita Bonita. Em todas as sessões, o presidente da Casa, Jair Nunes (PROS), o “Tubaína do Capumga”, deixou aberta a palavra para que os vereadores pudessem exercer a legislatura com clareza e eficiência.

Também foi discutido na plenária “o pedido de Urgência ao PL nº 015/2018, que altera a Lei Municipal nº 474/2018”. Este projeto foi analisado pelos parlamentares e votado por unanimidade. Já o PL nº 013/2018 foi retirado de pauta pelo próprio autor, o vereador Elias Santos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *