Rodovia Itabaiana- Itaporanga está com 28% dos serviços executados

Executada com recursos do Proinveste na ordem de R$ 58.140.592,81, a obra é realizada pela secretaria de Estado da Infraestrutura

Com 90 trabalhadores distribuídos em três frentes de trabalho, as obras da rodovia Itabaiana-Itaporanga D’ Ajuda estão com 28% dos serviços executados. Executada com recursos do Proinveste na ordem de R$ 58.140.592,81, a obra é realizada pela secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano (Seinfra), em parceria com Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER).

“Já possuímos 25 km de terraplenagem pronta e os trabalhos não param. É uma grande rodovia que terá dez metros de largura, sendo sete de pista de rolamento e três de acostamento, sistema de drenagem pluvial, sinalização horizontal e vertical, além da construção de duas pontes sobre riachos que cortam o percurso”, declara o secretário de Infraestrutura, Valmor Barbosa.

O secretário disse, ainda, que a obra requer que sejam realizadas algumas desapropriações na área. “Os recursos do Proinveste não contemplam o valor dessas desapropriações na faixa de domínio da rodovia, que são custeadas pelo tesouro do Estado e, ainda assim, existem problemas nas negociações de valores e documental, fazendo com que vários processos sejam ajuizados, causando um atraso no andamento das obras, porém, outras frentes de trabalho dão prosseguimento aos trabalhos que não param”, explica.

A Rodovia Itabaiana-Itaporanga

Entrecortada por planaltos, vales e vegetação nativa, a rodovia terá 53 km de extensão e atende ao padrão estabelecido nas novas estradas estaduais. Além de interligar as duas principais rodovias federais que atravessam o estado, a rodovia Itabaiana-Itaporanga, como já está conhecida, facilitará o escoamento da produção agrícola e mineral, oportunizará melhores condições de vida e segurança para a população, valorizará as diversas propriedades às suas margens e nas proximidades, encurtará distâncias entre as sedes dos povoados e os municípios, e, sobretudo, contribuirá para a ampliação da malha viária e o desenvolvimento socioeconômico do estado.

 

Comente: