Riachuelo realiza a VI Conferência de Assistência Social

DSC09829Na conferência também foi avaliada a situação da Assistência Social de acordo com os princípios e as diretrizes do SUAS

 

A prefeitura de Riachuelo, através da Secretaria Municipal de Assistência Social sob a autoridade do Conselho Municipal de Assistência Social,  realizou nesta terça-feira, (04), a VI Conferência Municipal de Assistência Social. O evento, que aconteceu no Centro de Convivência, teve como tema: “Consolidar o SUAS de vez rumo a 2026”.

 

Durante esta manhã, gestores, comunidade (adolescentes, jovens, idosos, professores),  Associações Comunitárias,   Assentamentos   e representantes da rede dos serviços de assistência social (Conselho Tutelar, projetos e programas sociais) debateram e formularam propostas, que serão levadas para as conferências estadual e nacional. Os participantes assistiram também a uma palestra com a Assistente Social e Secretária Executiva do Conselho Estadual de Assistência Social, Carolina da Silva.

 

Na conferência foi avaliada também a situação da Assistência Social de acordo com os princípios e as diretrizes do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). Como também, definiram diretrizes para a plena garantia destes serviços, como direito fundamental do ser humano e como política de Estado, condicionada e condicionante do desenvolvimento humano, econômico e social.

 

A Secretária Municipal de Assistência Social, Cecília Dias destacou a importância da conferência no desenvolvimentos das políticas públicas. “Este é um momento que o povo de Riachuelo tem para debater as melhorias e o que queremos para o futuro. A partir das sugestões do povo é que cada serviço vai fazer a diferença,  por que, poderemos garantir o acesso e a qualidade aos usuários do SUAS”, disse a secretária.

 

Carolina da Silva destacou a atuação do Conselho Estadual da Assistência Social e a elaboração do Plano Decenal para o período de 2016 a 2026. “Estamos reunidos nesta conferência para avaliar a atual realidade da Assistência Social em Riachuelo e posteriormente elaborar o plano decenal das políticas de assistência. Como também, trouxe a minha contribuição a Riachuelo, para que, através dos debates e discussões possamos elaborar propostas que a gestão municipal venha a implantar nos próximos dez anos, de acordo com as necessidades que os usuários julgarem prioridade”, ressaltou a palestrante.

Comente: