Redesim avança: Junta Comercial integra 30 municípios de Sergipe na ferramenta de simplificação

Responsável por coordenar em Sergipe a Rede Nacional para a Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios (Redesim)/Agiliza Sergipe, a Junta Comercial do Estado de Sergipe (Jucese) já atingiu, aproximadamente, 90% da economia sergipana, ao integrar 30 municípios na ferramenta online que tem o objetivo maior de desburocratizar a abertura de empresas.
Da última sexta-feira, 10, até esta quarta-feira, 15, a equipe de Tecnologia da Informação da Jucese implantou a Redesim em mais quatro Prefeituras Municipais – Divina Pastora, Riachuelo, Santa Rosa de Lima e Poço Verde -, bem como treinou os funcionários do Setor de Tributos e Vigilância Sanitária das cidades.
Até o momento, a Jucese já integrou também a Receita Federal, Vigilância Sanitária Estadual e as Prefeituras de Aracaju, Barra dos Coqueiros, Boquim, Capela, Carmópolis, Estância, General Maynard, Lagarto, Laranjeiras, Maruim, Nossa Senhora do Socorro, Nossa Senhora da Glória, Pacatuba, Salgado, São Cristóvão, Simão Dias, Tobias Barreto, Canindé de São Francisco, Cristinápolis, Itabaiana, Itabaianinha, Japaratuba, Propriá, Rosário do Catete, Umbaúba.
Com a integração na Rede para Simplificação, os cidadãos dos municípios sergipanos, ao constituir uma empresa, podem obter a Inscrição Municipal e o Alvará de Licenciamento Provisório (no caso de empresas de baixo risco) de forma imediata. Além do mais, não precisam mais entregar à Prefeitura documentos como CNPJ, CPF, RG, Contrato Social, visto que todos os dados são repassados pela Jucese via sistema.
“Observo que o sistema simplifica a abertura, o licenciamento das empresas no Estado, com a troca de informações entre órgãos, como a Junta Comercial, Receita Federal. Ganha Poço Verde com essa agilidade”, destaca Iggor Oliveira, prefeito de Poço Verde – município que foi interligado à ferramenta online na última quarta-feira, 15.
A meta da Junta Comercial é implantar a Redesim nas demais 45 Prefeituras sergipanas até o final deste primeiro semestre de 2017. “Por determinação do governador Jackson Barreto, nosso planejamento era integrar todos os municípios até o final do ano. Contudo, diante ótima receptividade das Prefeituras e do empenho da equipe de integração da Jucese, percebemos que finalizaremos os trabalhos bem antes”, informa o presidente da Jucese, George da Trindade Gois.
O presidente explica por quais motivos a Jucese não integrou municípios em janeiro. “Utilizamos o mês inteiro para revisitar as Prefeituras já integradas com o intuito de instruir, conversar com os novos funcionários que estão manuseando o sistema, uma vez que houve mudança de gestão em boa parte das cidades. Só agora, em fevereiro, pudemos reiniciar nosso processo de implantação da Redesim”, explica George Trindade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *