Recursos viabilizados por André beneficiam 39 municípios com veículos para assistência social

Nesta quinta-feira (17) o ministro da Cidadania, Osmar Terra, estará em Sergipe para a entrega de um total de 44 veículos a 39 municípios sergipanos destinados à Assistência Social e estes recursos foram conseguidos por André Moura no final do ano de 2018. 
Os ônibus serão utilizados para o atendimento da Rede de Proteção Social Básica e Especial do Sistema Único de Assistência Social (Suas), a exemplo de realização de exames em outros municípios, transporte de hemofílicos, pacientes em tratamento de hemodiálise e fora do domicílio, assim como os que necessitarem de emissão de carteira de identidade e outros serviços socioassistenciais.
Segundo André, sua indicação foi devido à grande demanda de atendimento, principalmente de idosos e pessoas com deficiência. “Sabemos da dificuldade dos gestores para conseguir transporte a quem precisa se deslocar até Aracaju, por exemplo, para realizar, principalmente, exames de saúde. Foi com a intenção de melhorar essa prestação de serviços que consegui veículos para contemplar 39 municípios”. 
São 28 microônibus e 16 veículos de passeio, que contarão com acessibilidade para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. “Muitas vezes esse transporte não era feito de forma adequada, sobretudo para os pacientes mais sensíveis, como os oncológicos. Agora haverá mais conforto e qualidade para esse serviço que é direito de todo cidadão que se utiliza da rede pública”. 
Os municípios sergipanos contemplados são: Amparo do São Francisco, Areia Branca, Boquim, Brejo Grande, Campo do Brito, Canhoba, Capela, Carira, Cristinápolis, Estância, Ilha das Flores, Itabaiana, Itabaianinha, Itabi, Itaporanga D’Ajuda, Japaratuba, Lagarto, Laranjeiras, Malhada dos Bois, Malhador, Monte Alegre de Sergipe, Muribeca, Neópolis, Pacatuba, Pedra Mole, Pedrinhas, Pirambu, Poço Redondo, Poço Verde, Porto da Folha, Riachuelo, Rosário do Catete, Salgado, Santa Luzia do Itanhy, São Francisco, São Miguel do Aleixo, Simão Dias e Siriri.
AssCom/AM 

Comente: