Prefeitura de Socorro realiza curso de capacitação para recepcionistas das Unidades Básicas de Saúde do município

A Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), e em parceria com a Faculdade Estácio Fase, está realizando um curso de capacitação com os recepcionistas das Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município.

Com o tema “Humanização e acolhimento: Ferramentas para promover a melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS)”, o objetivo é fazer com os usuários da unidades de saúde disponham de um atendimento mais humanizado. O curso está sendo realizado durante nesta quinta-feira, 24, nos turnos da manhã e da tarde, na Praça da Cultura Cantor Rogério, Marcos Freire I, e conta com a participação de cerca de 80 profissionais.

A professora de enfermagem e palestrante, Anne Vieira, falou sobre a importância da parceria. “Essa parceria é importante por trazer mais qualidade no atendimento nas unidades básicas de saúde. Os recepcionistas são a porta de entrada, e por isso iniciamos com eles essa capacitação”, disse.

Segundo a coordenadora do núcleo de ações permanente da SMS, Suelen Santos, a secretaria pretende expandir a capacitação para os demais profissionais de saúde. “Resolvemos iniciar essa capacitação pelos recepcionistas, pois são a porta de entrada das unidades de saúde. O foco da capacitação é proporcionar aos usuários um atendimento mais humanizado e um melhor atendimento, então em outras datas iremos passar esse curso para os demais setores da secretaria” , revela.

Para a recepcionista da Unidade de Saúde Gilton Rezende, localizada no Conjunto Parque dos Faróis, a capacitação serviu na orientação sobre um melhor atendimento aos usuários. “Gostei bastante da capacitação, achei uma iniciativa muito importante, porque nós recepcionistas precisamos saber o nosso papel nas unidades de saúde. A recepção é o coração da unidade de saúde, então precisamos saber como tentar resolver as situações que aparecem da melhor forma possível. Espero que tudo o que eu aprendi aqui, consiga levar para o meu dia a dia, e contribuir com o bom funcionamento do sistema de saúde”, conta.

Comente: