Ponte que separa Tobias Barreto e Itapicuru recebe sinalização vertical

itapiDuas semanas após a liberação para a passagem de veículos automotores e dos pedestres, a ponte sobre o Rio Real que separa o município de Tobias Barreto e a cidade baiana de Itapicuru, totalmente recuperada pelo Governo de Sergipe, recebeu sinalização vertical.

O serviço compreendeu a instalação de quatro placas de regulamentação (proibido ultrapassar e velocidade máxima permitida) nas cabeceiras de ambas as pistas.

De acordo com o Secretário Estadual da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano, Valmor Barbosa, a padronização obedece às normas do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). “Está claramente expresso no artigo 80º do CTB que todo cidadão tem direito a vias sinalizadas, bem como o dever de conhecer, proteger, respeitar e obedecer à sinalização de trânsito. O Governo de Sergipe como único executor da obra segue à risca as exigências nesse tipo de intervenção”, explica.

Ele acrescenta que os locais onde foram fixadas as placas estão de acordo com as regras estabelecidas pelo CTB. “A função das placas é orientar, advertir e disciplinar os elementos do trânsito o longo das vias, por isso, a sinalização foi colocada em pontos estratégicos e em distância compatível com a segurança de quem transita pela ponte, além de serem facilmente legíveis e visíveis tanto pelo dia como à noite”, ressalta.

Satisfação

Morador do povoado Lagoa Redonda, no município baiano de Itapicuru, João Paulo Silva Ramos, diz que a reforma gerou uma satisfação unânime entre os moradores. “Todos os moradores com quem converso elogiam esse trabalho que foi feito. A ponte carecia de uma reforma urgente, pois estava muito deteriorada”, afirma o autônomo de 24 anos.

A tobiense Rayane Alves, 15 anos, endossa as afirmações de João Paulo. “Antes da reforma dava medo passar por aqui por conta do estado em que ela se encontrava. Todo mundo via a hora de ela ser liberada pois passar pelos desvios feitos era ruim, agora ficou muito melhor”, frisa a dona de casa.

A ponte

Construída há cinco décadas, a ponte está localizada na BR 349, precisamente na divisa entre os dois estados e possui vão de 48 metros de extensão por nove de largura. Bastante comprometida, a estrutura apresentava buracos no decorrer do vão, rachaduras nos pilares e guarda-corpo e a ferragem deteriorada, ameaçando às centenas de pedestres e motoristas que trafegam por ela diariamente.

Com investimentos do Governo de Sergipe na ordem de R$ 644 mil, os serviços na ponte compreenderam a recuperação das transversais dos vigamentos, substituição de toda a ferragem, implantação de guarda-corpo pré-moldado, reconstrução da laje, construção de passeio para pedestres nas laterais, aplicação do contrapiso e do asfalto e por fim a sinalização vertical.

 

 

Comente: