Novos empreendimentos vão investir R$ 11,7 milhões em Sergipe

Secretário do Desenvolvimento Econômico, Chico Dantas
Secretário do Desenvolvimento Econômico, Chico Dantas

Cinco empresas tiveram projetos aprovados para receberem apoio fiscal ou locacional previstos no Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial. Indústrias serão implantadas nos municípios de Nossa Senhora do Socorro, Lagarto, Carira e na Barra dos Coqueiros

Cinco novas empresas tiveram seus projetos aprovados para receberem apoio fiscal e/ou locacional previstos no Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI). As indústrias serão implantadas nos municípios de Nossa Senhora do Socorro, Lagarto, Carira e na Barra dos Coqueiros. Juntas elas preveem geração de 255 novos empregos e investimentos na ordem de R$ 11,7 milhões.

Um dos maiores empreendimentos da pauta vai injetar R$ 5 milhões na fabricação de centrais elétricas no município da Barra dos Coqueiros, onde deverá criar 80 novos postos de trabalho. Outra indústria será erguida em Carira para a fabricação de placas e derivados de borracha, com investimentos de R$ 4,8 milhões e previsão de gerar 71 empregos diretos na região. Já os municípios de Nossa Senhora do Socorro e Lagarto vão receber indústrias de produtos cerâmicos, hospitalares e de componentes eletrônicos, sendo essa última com a previsão de investir R$ 1 milhão na nova planta industrial e gerar 50 postos de trabalho.

O Conselho de Desenvolvimento Industrial (CDI) aprovou os projetos das cinco empresas nesta semana. O grupo se reúne mensalmente na Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), a fim de deliberar iniciativas que objetivam receber incentivos fiscais e/ou locacionais do Governo do Estado, como atrativos para a instalação de novos empreendimentos e permanência de indústrias já instaladas.

“A aprovação desse conjunto de empresas pelo CDI representa bom indicativo de que Sergipe está no rumo certo em busca de seu desenvolvimento, e que está sendo distribuído para várias localidades, levando empregos e geração de renda para todas as  regiões de Sergipe”, destacou o secretário do Desenvolvimento Econômico, Chico Dantas.

O conselho é presidido pelo vice-governador Belivaldo Chagas e tem como vice-presidente o secretário da Sedetec, além disso conta com órgãos e entidades do estado, como as Federações das Indústrias e dos Trabalhadores nas Indústrias, Banese, Associação dos Empresários de Obras Públicas e Privadas, bem como as secretarias de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão; Agricultura e Desenvolvimento Rural; Infraestrutura e do Desenvolvimento Energético Sustentável; Fazenda; e Turismo.

Comente: