Mercado municipal de Macambira já é motivo de orgulho para os moradores

O projeto do mercado foi elaborado de maneira a oferecer comodidade tanto aos feirantes quanto aos consumidores e foi construído no formato de galpão pré-moldado de concreto armado

Meu Deus, como está bonito! Quem passa do lado de fora não imagina que aqui dentro ficou essa maravilha. Que lugar agradável. A cidade precisava de um espaço assim”. O olhar admirado seguido pelo sorriso de satisfação da moradora da sede municipal e auxiliar de cozinha, Marinalva Santos, 51 anos, é o mesmo que o de muitos moradores de Macambira, a 74 km de Aracaju, terão nas próximas semanas.

Executada pelo Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento e da Sustentabilidade (Sedurbs), a obra recebeu investimentos no valor de R$1.020.853,26, provenientes do Sergipe Cidades, programa que é resultado da parceria entre o Executivo Estadual e o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e mudará completamente o conceito da comercialização de carnes e laticínios na feira do município. 

O trabalho desenvolvido no lugar tem despertado a alegria dos macambirenses. A exemplo da dona de casa e moradora do povoado Barro Preto, Maria Lourdes de Jesus, 59 anos, que também disse que o serviço superou suas expectativas. “Como venho à cidade de três a quatro vezes por semana, ouvia muitas vezes que o mercado estava bonito, mas não imaginava que seria desse jeito, grande, espaçoso, higiênico. A população merece e quando ele estiver funcionando será motivo de orgulho para todos”, afirma. 

As instalações

O projeto do mercado foi elaborado de maneira a oferecer comodidade tanto aos feirantes quanto aos consumidores e foi construído no formato de galpão pré-moldado de concreto armado, piso de alta resistência e cobertura de telha em alumínio, calhas em fibra de vidro e telha translúcida ao centro, aproveitando melhor a iluminação solar. As dependências possuem sala de administração, depósito, banheiros masculino e feminino adaptados para pessoas com mobilidade reduzida, dois banheiros com chuveiros exclusivos para os comerciantes e sala de processamento e corte, com entrada privativa, onde as carnes serão acondicionadas e cortadas antes de serem comercializadas nos boxes.

Dividido em cinco largos corredores, o espaço possui quatro portas de entrada, 52 boxes específicos para a comercialização dos mais diversos tipos de carnes e 20 para laticínios, sendo que cada um possui bancada de atendimento ao público em revestimento cerâmico, pia específica para a lavagem de mãos, pia em granito com cuba em aço inoxidável, além de piso e revestimento cerâmico nas paredes e rodapé em alta resistência.

No mercado também foi implantado um eficiente sistema de drenagem, fossa filtro e tanque de acúmulo, dois reservatórios de água com capacidade de 6.000 litros. As instalações elétricas e a iluminação interna são compostas por 30 modernas luminárias e 36 lâmpadas de emergência, além de instalado o sistema de proteção contra descargas atmosféricas (SPDA). 

Para garantir comodidade aos freqüentadores, a área externa possui 12 vagas de estacionamento para carros de passeio, cinco para caminhões e uma vaga exclusiva para carga e descarga.

A acessibilidade está assegurada com a construção de rampas de acesso em todas as portas de entrada e, também, dos banheiros adaptados.

Os serviços

Segundo o secretário estadual do Desenvolvimento Urbano, Ubirajara Barreto, os serviços se aproximam da finalização. “Uma parte dos profissionais está concluindo a pintura e instalações elétricas internas, enquanto outra iniciou a pintura externa. Posteriormente serão executados a instalação de louças, metais e as instalações elétricas, por fim será feito o polimento no piso de alta resistência”, informa.

Ainda segundo ele, a construção do mercado além de elevar a autoestima da população, oportuniza a geração de empregos. “As feiras têm um significado especial para a população das cidades do interior. Transformar o espaço em que parte delas são realizadas em um local agradável, com acesso facilitado e proporcionando comodidade e condições de higiene elementares, seguindo as normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) reafirma o compromisso do Executivo Estadual em cada vez mais proporcionar melhorias na qualidade de vida dos sergipanos”, finaliza.

Comente: