Instituto de Identificação reativa posto para emissão de Carteiras de Identidade em Lagarto

A unidade tem a capacidade de emissão de 1,5 mil documentos por mês

O Instituto de Identificação reativou nesta quarta-feira, 20, o posto de atendimento ao cidadão que emite a primeira e segunda via da Carteira de Identidade no município de Lagarto. Com o serviço normalizado, 30 senhas estão sendo distribuídas por dia no atendimento ao cidadão, funcionando de segunda à sexta-feira, de 7 às 13h. Não há necessidade de agendamento prévio no local, que fica na área interna do supermercado Gbarbosa, na região central do município. 


Segundo informações de Jenilson Gomes, diretor do Instituto de Identificação, o posto de Lagarto tem a capacidade de emitir 1,5 mil documentos por mês. “Em 2018, o posto de identificação de Lagarto chegou a emitir mais de 7.722 RGs. No local, há uma média de 40 a 50 emissões por dia, entretanto avaliamos cada caso antes da emissão. Há situações em que o cidadão recebe o documento imediatamente, como nos casos da primeira via. Em outros casos, é necessário que o cidadão aguarde uma média de 30 dias, até para analisarmos essa necessidade de emissão de uma segunda via, por exemplo”, explicou o papiloscopista.


Moradores da região elogiaram o retorno do posto de atendimento ao cidadão e o fato não precisarem mais se deslocar para municípios vizinhos ou para a capital sergipana. Para o mototaxista Rosevaldo Santos Silva, que esteve no local em busca da emissão da segunda via do documento, o posto facilita a vida de toda a população. “O atendimento aqui é bom demais, sossegado e as pessoas que nos atendem são muito profissionais. Eu aconselho o serviço aqui porque quem se desloca para a capital tem que pagar transporte, alimentação e fora o tempo da viagem. É bem melhor vir tirar aqui na nossa cidade mesmo”, pontuou.


De acordo com Danilo Prata, que coordena os trabalhos no posto de Lagarto, o primeiro dia de reativação contou com a emissão de mais de 35 RGs. “A partir do momento que o cidadão estiver sabendo que os trabalhos já estão normalizados retornaremos à média diária que chega a 50 emissões do documento por dia. Para emissão da primeira via o serviço é gratuito. A segunda via tem uma taxa de R$ 9,00 que deve ser paga no Ponto Banese. Em caso de furto ou roubo, apresentando o Boletim de Ocorrência confeccionado na Delegacia de Polícia Civil, o cidadão também fica isento da taxa”, comentou o profissional que trabalha no posto desde 2014.


Na opinião de Pedro José de Souza, taxista há mais de dez anos em Lagarto, a reativação do posto voltará inclusive a movimentar o comércio na localidade. “A lanchonete lucra, o taxista também, é um serviço importante para o cidadão mas na verdade movimenta o comércio todo da cidade. Espero que o serviço permaneça funcionando porque é importante e a gente também merece”, finalizou.  

Comente: