Belivaldo visita Canindé e entrega equipamentos de apicultura à Associação dos Melicultores do Alto Sertão

Com o apoio do governo do Estado, através do II Edital de Fomento aos Arranjos Produtivos Locais, a chegada das novas máquinas aumenta a capacidade de extração do mel para até 2.300kg/dia

A tarde desta sexta-feira (19) foi de celebração para os apicultores do município de Canindé de São Francisco, com a visita do vice-governador do Estado, Belivaldo Chagas, para a entrega de equipamentos que facilitarão a extração de mel na cidade. A solenidade aconteceu na própria Unidade Produtiva de Beneficiamento de Mel e Derivados e contou com a presença das autoridades locais, representantes das entidades parceiras e das associações de apicultores dos municípios vizinhos.

Há cerca de seis anos, a extração de mel em Canindé de São Francisco era realizada em uma unidade que não cumpria as exigências para obtenção do Selo de Inspeção Sanitária Estadual. Foi quando em 2012, após uma reforma de ampliação e com a participação dos apicultores locais, sócios da Associação dos Melicultores do Alto Sertão – AMAS -, da Cooperativa Apícola de Sergipe – COAPISE, do Sebrae e da Prefeitura Municipal, o prédio da unidade produtiva passou a ter uma área de 386 m2 e os poucos equipamentos que existiam permitiram a unidade operar apenas com a extração de mel com capacidade de 600 a 700 kg/dia.

O governo do Estado, por meio do II Edital de Fomento aos Arranjos Produtivos Locais – APLs – foi um divisor de águas na capacidade de operação da AMAS. Por meio do Edital, foi possível adquirir equipamentos que aumentaram a capacidade de extração de 700 kg/dia para 2.000 a 2.300 kg/dia. E essa nova fase na extração do mel é motivo de muita alegria para os apicultores da região.

“Não tem como não mudar o nível de produção, depois dessa aquisição conquistada através do convênio firmado com o governo.  A expectativa é muito grande, porque antes tinham pequenos produtores com cinco colmeias e atualmente estão com trinta e até cinquenta. Tínhamos pequenos produtores sem renda alguma, e atualmente quando chegar no final do ano ele vai ter uma renda de aproximadamente uns R$10 a R$ 15 mil apenas da produção do mel. E isso alavanca a economia da cidade, esse dinheiro vai estar circulando dentro do nosso município”, comemora o presidente da AMAS, Jociel Ferreira da Silva.

Contribuir para o desenvolvimento da cidade de Canindé de São Francisco e do Alto Sertão sergipano é uma grande realização para o vice-governador. “Estar ao lado do povo é algo que gostamos muito de fazer. E aqui, ao lado do querido prefeito de Canindé de São Francisco, estamos para mais uma ação de alcance social muito grande, onde uma associação se reúne e tem o empreendimento aprovado e financiado pelo governo do Estado. Ainda que seja uma obra de pequeno porte, trata-se de uma obra social de um alcance muito grande e é exatamente isso que interessa ao governo do Estado”, considerou Belivaldo.

Alcance social

Com a aquisição dos equipamentos, os apicultores também conquistaram a possibilidade de acondicionar o mel em sachês, o que permitiu à Associação participar do Programa da Merenda Escolar, fornecendo para prefeituras, além de atender a outras entidades e agricultores que podem levar o mel para envasar na AMAS. A máquina laminadora/ alveoladora/ cortadora automática – a segunda no Nordeste -, tem capacidade para produzir 10 lâminas de cera por minuto e custou R$ 82.160,00. Além desta máquina, mais de 10 itens foram adquiridos para a Associação, onde na oportunidade, o vice-governador e as autoridades presentes puderam conhecer durante a visita pelas dependências da Unidade Produtiva, que recebeu um investimento total de R$ 285.033,00 (BNDES/FUNCEP), sendo que desse montante, R$ 14.300,00, corresponderam à contrapartida dos apicultores.

A formação do pequeno agricultor também faz parte da cadeia produtiva do mel em Sergipe, e o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Mulher, Inclusão e Assistência Social, do Trabalho e dos Direitos Humanos – Seidh -, em parceria com o SEBRAE oferece oficinas aos grupos de apicultores dos municípios produtores. Na ocasião de entrega dos equipamentos, o secretário Zezinho Sobral efetuou a entrega de certificados da oficina “Atender bem no campo”, ministrada pelo SEBRAE a três associados do Grupo de Apicultores do Povoado Garrote do Emiliano, em Poço Redondo, e a dois associados do Grupo de Apicultores de Glória.

“A presença do Sebrae é importante, pois consolida o projeto e é quem permite que os apicultores possam acessar o mercado de trabalho, com produtos de qualidade, com planejamento, elaboração de projetos, levantamento de custos e o ganho real nesse mercado. A presença de Belivaldo Chagas aqui, significa que o governo do Estado entende a importância em manter o apoio aos arranjos produtivos locais. O BNDES manda o recurso e a Seidh aplica, então é o fortalecimento de uma política pública que precisa e está sendo valorizada nesse governo. E o governo continuará apoiando aqueles que mais precisam. É o recurso saindo de lá e vindo parar na mão do produtor”, pontuou Zezinho Sobral.

Celebrando a chegada dos equipamentos, juntamente com os apicultores da região, o prefeito Ednaldo Vieira Barros, se disse feliz com o apoio recebido pelo governo do Estado. “Vemos nitidamente a preocupação e o compromisso do governo do Estado com a geração de emprego e renda. E o nosso papel é copiar e apoiar o que é bom! E esse incentivo por parte do governo é muito importante, principalmente nessa fase financeira delicada que o município está vivendo. Fiquei muito feliz pelas realizações nas cidades vizinhas e mais feliz ainda por Canindé estar incluído nesse roteiro”, enfatizou.

Fábrica de bolos

Logo após a entrega dos equipamentos, o vice-governador e todos os presentes se dirigiram à Associação dos Produtores Rurais José Camilo – APROJOCA -, onde são produzidos os derivados do mel, a exemplos de bolos e pães, que foram servidos durante a visita. A associação é composta pelas esposas dos apicultores, que encontraram na fabricação dos quitutes, uma nova opção de renda e aproveitamento do mel extraído.

Presenças

Também estiveram presentes na solenidade, representantes do Sebrae, da Cohidro e Emdagro; a primeira-dama e secretária municipal de infraestrutura Debora Rocha; vereadores de Canindé de São Francisco; os secretários municipais de Assistência Social, Joeli Glaucia, da Cultura, Ivone Feitosa, e da Comunicação, Márcio Aragão; representando a Cooperativa Apícola de Sergipe, José Ivanilson Tavares dos Santos e os presidentes das associações de apicultores dos municípios de Gararu, Glória, Poço Redondo, Japaratuba, Aquidabã, Carira e Feira Nova.

Comente: