Agentes Comunitários de Saúde de Itaporanga recebem tablets para realização de visitas domiciliares

 

A Prefeitura de Itaporanga, através da Secretaria Municipal de Saúde, realizou nesta quinta-feira, 17, a entrega de cerca de 100 tablets aos agentes Comunitários de Saúde (ACS), que passam a contar com a ajuda da tecnologia para dinamizar a coleta de dados dos usuários do sistema de saúde do município. Além disso, o município disponibiliza treinamento para que estes profissionais se aperfeiçoem a nova tecnologia de atendimento.

A coordenadora de Atenção Básica do município, Gisélia Araújo Tavares, destaca que este é um projeto do município, que visa melhorar a qualidade do serviço para os munícipes. “Como a tendência é a gente se modernizar, então nós buscamos este serviço, tendo em vista que vai facilitar muito o trabalho deles e vai diminuir significativamente a quantidade de papéis que trabalhávamos. A partir de hoje eles vão fazer tudo através deste aparelho, colocando todas as informações, tudo que era em papel passa a se trabalhar no tablet, e na sexta-feira, o agente de saúde vai até a Secretaria de Saúde e descarrega automaticamente todos os cadastros”, explica a coordenadora.

“Isso é um ganho muito grande para o trabalho dos agentes. Todos estes tablets são fornecidos pela Empresa e existe um termo de responsabilidade por cada aparelho, porém no caso de roubo e perda, a empresa repõe. Então é um passo gigantesco na área da saúde, e nós somos o segundo município a implantar o uso do tablet, sem contar que a gente otimiza o tempo e o trabalho”, concluiu, Gisélia.

O agente Comunitário de Saúde, Vanielson de Jesus Santos, diz se sentir muito feliz com a ação, pois é uma forma de valorização dos profissionais. “Esses tablets vão facilitar bastante o nosso trabalho, porque evita que façamos tantas anotações e vamos visitar as pessoas com mais tempo. A gestão fez um trabalho excelente e estávamos precisando, mesmo, trabalharmos de acordo com as novas tecnologias, e com certeza vamos trabalhar melhor. É um passo muito importante”, afirma.

Clélio Santos é agente Comunitário de Saúde há mais de dois anos e enfatiza que agora as visitas serão mais objetivas. “Trata-se de um passo muito importante na área da saúde, vai facilitar bastante o nosso trabalho, porque poderemos ser mais objetivos e com certeza diminui o tempo de visita nas residências, fazendo com que tenhamos mais tempo para fazer visitas a mais pessoas, com certeza é um ganho muito importante para nós”, diz.

Já o agente Comunitário de Saúde, Alberto Castor, afirma que o município está adequando os serviços oferecidos a população a novas tecnologias. “A tecnologia faz parte de tudo, e esta é uma oportunidade de nos modernizarmos no nosso ambiente de trabalho. É uma ação de uma importância gigantesca, agora não iremos trabalhar com tantos papéis, conseguiremos fazer atendimentos mais objetivos e ganharemos mais tempo no trabalho”.

Fotos: Ascom / PMI

Comente: