Sergipanos conquistam medalha de bronze no Sul-Americano de Judô

Fernanda Cardoso, que ganhou a medalha de bronze na competição, é a única nordestina a integrar a Seleção Brasileira na categoria sub-18 até 44 kgs

Os sergipanos Fernanda Cardoso e Márcio Souza foram os destaques brasileiros, no Campeonato Sul-Americano de Judô realizado entre os dias 17 e 19 de agosto em Cuenca, no Equador. Fernanda Cardoso, 16, é a única nordestina a integrar a Seleção Brasileira, categoria sub-18 até 44 kgs. Na manhã desta terça-feira, 22, ao lado do técnico Euder Lima, Fernanda compareceu à Secretaria de Estado do Esporte, Lazer e Juventude (Seel) para agradecer pessoalmente ao secretário Antônio Hora Filho, o apoio do governo do Estado ao viabilizar sua participação na competição internacional.

Na conversa com o secretário Antônio Hora Filho, a judoca falou das dificuldades enfrentadas na competição até chegar à conquista da medalha de bronze. “Foram muitas as dificuldades, a começar pela longa viagem e principalmente a altitude. Cuenca fica a 2.500m do nível do mar. A gente sente dificuldade na respiração, cansa com facilidade. Mas mesmo assim, ainda deu para conquistar a medalha de bronze, que consideramos uma grande conquista para o judô brasileiro. Essa medalha poderia até ser de outra cor, prata, ouro, mas o bronze já nos deixa satisfeitos”, comemorou Fernanda Cardoso.

A jovem começou a treinar aos nove anos de idade e sempre demonstrou sua determinação em se tornar atleta de alto rendimento. Seu grande sonho é representar o Brasil em uma Olimpíada. A judoca treina todos os dias, conciliando o esporte com os estudos.

O técnico da atleta, Euder Lima acredita que a jovem tem potencial para ser um dos grandes nomes do judô brasileiro. “Fernanda é dedicada, disciplinada e sempre focada nos seus objetivos. Considero isso fatores importantes, para transformá-la em uma grande judoca”.

Para o secretário Antônio Hora filho, a conquista de Fernanda representa muito bem o potencial que tem os atletas sergipanos, que sempre se destacam em competições internacionais. “Sergipe tem grandes atletas e, quando esses atletas passam a ter a oportunidade de intercâmbio com outros estados, outros países, sem sombra de dúvidas, os resultados aparecem. Fernanda já é uma realidade no judô brasileiro, pois é uma atleta da Seleção Brasileira. O governo do Estado se sente honrado, ao cumprir o seu papel de incentivador do esporte, investindo e apoiando os grandes talentos, como essa judoca que vem se destacando em campeonatos brasileiros, com treinamentos na Alemanha e agora conquistando essa medalha inédita para o Judô do Brasil”, destacou Antônio Hora.

Para Fernanda, é gratificante estar entre as melhores judocas do Brasil na sua categoria. “Por trás da conquista houve muito esforço. Tivemos que batalhar bastante para representar nossa região internacionalmente, visto que isso para mim não tem preço. Poderia ter saído melhor na competição. Mas uso meu resultado como motivação, para participar novamente de competições internacionais e trazer melhores resultados. Entretanto, minha alegria de conquistar a primeira medalha internacional é enorme e indescritível”, concluiu.

A atleta participará, neste final de semana, de mais uma competição regional, com a participação de vários estados do Nordeste. Depois do Nordestão, Fernanda participará do Campeonato Brasileiro, em Brasília, no Distrito Federal.

Comente: