Diretoria do Confiança reconhece empenho da Prefeitura para acesso à série B do Brasileiro

O último sábado, 7 de setembro, ficará guardado na história da Associação Desportiva Confiança (ADC) e na do futebol sergipano. Isso porque o time proletário do bairro Industrial conquistou o acesso à série B do Campeonato Brasileiro, após 28 anos fora dela. Para a diretoria da ADC, uma das entidades que fazem parte dessa conquista é a Prefeitura de Aracaju, a partir do patrocínio à Federação Sergipana de Futebol (FSF).

Por meio da Secretaria Municipal da Juventude e do Esporte, a FSF recebe R$200 mil de repasse da Prefeitura por ano, divididos em quatro parcelas, a fim de apoiar os dois principais times de futebol da capital. Cabe à Federação enviar os recursos às equipes do Confiança e do Club Sportivo Sergipe. “O objetivo é o de apoiar o futebol profissional em Aracaju”, afirma o secretário municipal da Juventude e do Esporte (Sejesp), Antônio Hora Filho.

“Fiquei muito feliz com a classificação do Confiança na Série B do Campeonato Brasileiro. É um feito histórico. Embora eu seja torcedor do Sergipe, vibrei muito com esta conquista do Confiança, pois é uma vitória do futebol sergipano e trará, com certeza, benefícios para a nossa cidade. Estimulará a presença das pessoas nos estádios, movimentará a economia, além de levar o nome da nossa cidade para todo o país. Nós, da Prefeitura, apoiamos o Confiança e o Sergipe, que são os dois times de Aracaju, num convênio com a Federação Sergipana de Futebol, pois compreendemos a importância do esporte para os aracajuanos. O Confiança está de parabéns por este grande passo”, declarou o prefeito Edvaldo Nogueira ao saber a classificação do ‘Dragão’.

O diretor-presidente do Confiança, Hyago França, reitera a importância do apoio da Prefeitura à Federação de Futebol e, indiretamente, ao clube. “A gente que faz parte da Diretoria agradece o apoio do Prefeitura de Aracaju, que, desde o ano passado, assinou o Termo com a Federação, renovando agora em 2019. O prefeito e a Prefeitura também fazem parte dessa conquista e dessa história que ficou marcada no futebol sergipano”, enfatiza o presidente.

 O Plano de Trabalho do Termo estipula, além do envio de recursos por parte da Prefeitura, a contrapartida social da Federação, que consiste em disponibilizar acesso gratuito aos jogos aos alunos da rede pública municipal. “Nesse sentido, são feitas várias ações para levar os alunos para assistir aos principais jogos”, diz o secretário.

Também como contrapartida está o anexo da marca da Prefeitura em todo o material utilizado pelos clubes, como as camisas de competição e o backdrop das entrevistas oficiais. “Como os jogadores do Confiança vêm dando muitas entrevistas, a marca está sendo divulgada efetivamente. O time está levando a marca da  Prefeitura além-fronteiras, e isso passa para o Brasil a imagem de um governo que fomenta o esporte”, ressalta o secretário Antônio Hora.

Outro ponto que merece destaque é que os clubes colocam as instalações físicas, ou seja, os estádios, à disposição da Prefeitura para competições com as categorias de base. “É um diferencial importante, pois os atletas também estão sendo observados e acompanhados pelos profissionais dos clubes, criando a possibilidade de serem descobertos e contratados”, assegura Antônio Hora.

Comente: