Instituto Banese realiza programação pela consciência negra

O Banese, através do Museu da Gente Sergipana Gov. Marcelo Déda, realizará uma programação no dia 21 de novembro, terça-feira, que contará com exibição de filmes e roda de conversa, oficina de máscaras africanas e apresentação do Samba de Coco do Mocambo

Com o objetivo de celebrar o mês da consciência negra, o Instituto Banese, através do Museu da Gente Sergipana Gov. Marcelo Déda, realizará uma programação no dia 21 de novembro, terça-feira, que contará com exibição de filmes e roda de conversa, oficina de máscaras africanas e apresentação do Samba de Coco do Mocambo.
Das 10h às 12h serão exibidos os filmes ’O Tempo dos Orixás’, de direção de Eliciana Nascimento (Ba) e ‘Cubo Mágico’, de direção de Vanderson Feitosa (SP). Em seguida haverá roda de conversa com Luciana Oliveira, realizadora audiovisual; mestranda em Cinema e organizadora do festival Egbé – Mostra de Cinema Negro de Sergipe.
No período da tarde, das 14h às 18h, na sala de capacitação do Instituto Banese, acontecerá a Oficina de Máscaras Africanas. Ministrada pelo artista visual Naldo Teles para pessoas acima de 12 anos que se inscreverem gratuitamente até o próximo dia 18 de novembro.
Para encerrar a programação, das 15h às 16h, no átrio do museu, terá apresentação do Samba de Coco do Mocambo, comunidade quilombola do Alto Sertão Sergipano. Toda a programação é gratuita e para o público em geral. O Museu da Gente Sergipana está localizado na Avenida Ivo do Prado, 398, Centro, em Aracaju.

 

Comente: