Editora do Estado lança livro de poeta sergipano

“Poesia da vida” traz textos de João Brasileiro sobre leveza da vida
Poeta sergipano João Brasileiro
Poeta sergipano João Brasileiro

É com leveza que vida e poesia se confundem no primeiro livro do poeta sergipano João Brasileiro, “Poesia da Vida”, lançado pela Editora Oficial do Estado de Sergipe (Edise). Com temas cotidianos, a coletânea de poesias é a celebração da vida com impressões do autor sobre tudo que lhe causa encantamento.

Da visão do jorro das águas de uma cachoeira às reflexões sobre existência, a métrica de João transita entre o amor, o feminino, a solidão, a natureza, as relações, a espiritualidade, as intuições e tudo mais que é ou vira poesia. No prefácio, José Mário diz que a obra convida a sentir a vida tão quanto cada um deseje.

João Brasileiro, atualmente com 55 anos, despertou para a literatura ainda menino, aos 14. “Eu lia na adolescência o que era cobrado no Ensino Superior”, conta sobre a precocidade.  Aos 16 começou a escrever e, desde então, a inspiração é o que o mantém vivo.

As poesias foram uma espécie de mapa de si mesmo feito por João para registrar e posteriormente analisar sua forma de sentir naquele momento. “Surgiu a elucubração de eu ficar louco e eu tinha esses textos para ler e ver como eu pensava, como João e Maria, que fizeram o percurso que migalhas de pão”, revela.

Além de poeta e entusiasta das lutas por uma sociedade mais igualitária, João é professor de Redação e Literatura da rede estadual de ensino. Também está na direção da Escola Estadual Rural Educador Paulo Freire, em Quissamã, em Nossa Senhora do Socorro.

Comente: