SEED altera data de início das aulas do Programa Pré-universitário

 

Agora ampliado, programa de preparação para as provas do ENEM e vestibulares oferece 5.550 vagas em 44 Polos

 

Antes com início previsto para a próxima segunda-feira, 22, as aulas do programa Pré-universitário, da Secretaria de Estado da Educação (Preuni/SEED), serão iniciadas na semana seguinte, dia 29 de fevereiro, segunda-feira.

 

Essa mudança na data de início das aulas foi necessária para  assegurar aos estudantes e professores do Preuni todas as condições necessárias para que o trabalho transcorra sem nenhum problema de ordem estrutural ou pedagógica, conforme explica o diretor do Departamento de Apoio ao Sistema Educacional DASE/SEED, Fábio Leite.

 

Ampliado em 2016, o Preuni conta agora com 44 Polos, distribuídos por todas as regiões do Estado. São 257 professores engajados em preparar os alunos ou egressos da rede pública para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), e a participação dos estudantes no Programa é gratuita.

 

A coordenadora pedagógica do Preuni, professora Laila Gardênia, ressalta que os aprovados na prova de seleção têm até o dia 26 deste mês para efetuar a matrícula.

 

Ela explica que o estudante deve comparecer ao Polo onde está inscrito e apresentar uma foto 3X4 e cópias dos seguintes documentos: CPF e RG, comprovante de residência, certificado de conclusão de Ensino Médio ou declaração de que esteja matriculado no ensino médio em escola pública no ano letivo 2016.

 

Preuni

 

Utilizando a metodologia de aulas presenciais, o Pré-universitário da SEED manterá seu calendário de aulas diárias até as vésperas das provas do exame. Exitosas, as estratégias pedagógicas adotadas em 2015 continuarão a ser utilizadas também neste ano.

 

“Faremos revisões interdisciplinares, aulões de matemática básica, de atualidades, e repetiremos o sucesso das oficinas  de redação durante todo o ano, conforme a programação do calendário letivo, preparando os estudantes para as provas do ENEM”, acrescenta Laila Gardênia.

 

A partir de abril, os estudantes terão também os grandes “aulões” de revisão, nos polos do interior do Estado e também na capital.

Comente: