Saúde de Aracaju atende mais de 90 mil pacientes por mês

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Aracaju não tem medido esforços para garantir assistência aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) no município. Para confirmar isso, a secretaria apresenta um balanço de ações e atendimentos realizados ao longo do primeiro quadrimestre deste ano, em diversos setores, como a Rede de Atenção Primária, a Rede Especializada e os hospitais municipais. Apenas entre os meses de janeiro a abril, foram atendidos 94.263 mil pacientes, pela Rede de Urgência e Emergência (Reue) da SMS. Destes, 40.217 foram atendidos no Hospital Fernando Franco (Zona Sul) e 54.046 no Hospital Nestor Piva (Zona Norte).

Já pela Rede de Atenção Primária (Reap), que abrange as 44 Unidades de Saúde da Família (USFs), dividida em oito regiões, foram realizadas 136.246 consultas médicas, 55.281 atendimentos com enfermeiros e 27.195 consultas odontológicas, durante os primeiros quatro meses do ano. Na Rede de Atenção Especializada (Reae), que subdivide-se em dois Centros de Especialidades Médicas (Cemar), Siqueira Campos e Augusto Franco, foram realizadas um total de 50.768 consultas.

Por fim, em relação ao trabalho desenvolvido na Rede de Atenção Psicossocial (Reaps), dividido em seis Centros de Atenção Psicossocial (Caps), foram registrados 2.624 usuários ativos durante o período.  Somando todos os atendimentos, entre especialidades, urgências e atenção básica, a Saúde de Aracaju atendeu 366.377, o que representa uma média de 91.595 pacientes por mês, e 4.580 por dia.

Ações

Para buscar a melhoria dos atendimentos ao público, a SMS está realizando também o Processo Seletivo da Saúde (PSS) para recepcionistas. A seleção está em fase final e objetiva a contratação de 65 profissionais, além de cadastro reserva.

A assessora técnica da Diretoria de Atenção à Saúde (DAS), Roberta Lisboa, afirma que esses novos servidores serão essenciais para dar um bom direcionamento ao fluxo desse grande número de atendimentos que a Saúde de Aracaju tem recebido. “Com a lotação dos profissionais convocados no PSS de recepcionista, iremos capacitá-los na melhora do atendimento aos usuários das unidades, vinculando ainda mais a equipe de estratégia da família a estes pacientes da atenção básica. A Reap tem suporte para atender os pacientes de baixa complexidade, críticos e em estado crônico, e está de portas abertas para receber a população, não sendo necessário, muitas vezes, que eles se direcionem para as Unidades de Urgência. Esses novos profissionais atuarão também nessa orientação”, revelou Roberta.

A SMS também está promovendo uma recomposição de equipamentos imobiliários nas unidades, adquiridas através de emendas parlamentares. Desde o início da gestão, já foram adquiridos mais de R$ 4 milhões em materiais para equipar as unidades, e mais R$ 1 milhão está em processo de licitação. “Além dos móveis, estão sendo realizadas reformas estruturais em diversas unidades básicas, sem falar da construção de uma nova unidade, no bairro 17 de Março. Tudo com o objetivo de proporcionar mais conforto aos usuários do SUS em Aracaju”, acrescentou a assessora.

Outra ação bastante discutida durante o quadrimestre, e que será implantada na próxima terça-feira, 17, é o prontuário eletrônico nas unidades de Saúde da Família. “O prontuário vai melhorar o atendimento do usuário do SUS, facilitando o trabalho dos servidores, possibilitando uma economia significativa de gastos, e promovendo mais transparência nos processos. Esse novo sistema tornará a atuação da gestão muito mais eficiente, principalmente nas tomadas de decisões e nas montagens de novas estratégias que visam aprimorar ainda mais a Saúde pública da nossa cidade”, explicou Roberta.

Comente: