Polícia Militar reativa o Posto de Atendimento ao Cidadão do Conjunto Almirante Tamandaré

A reativação do PAC tem a finalidade de fortalecer a presença da Polícia Militar na região, através do Policiamento Comunitário

Na manhã desta quarta-feira, 27, a Polícia Militar do Estado de Sergipe, por meio do 8º Batalhão (8º BPM), reativou o Posto de Atendimento ao Cidadão (PAC) localizado no Conjunto Almirante Tamandaré, Zona Norte de Aracaju.

A reativação do Posto Policial tem a finalidade de fortalecer a presença da Polícia Militar na comunidade do Tamandaré e região, garantindo a Segurança Pública através da doutrina de Policiamento Comunitário 24 quatro horas por dia.

O evento de reinauguração contou com a participação especial das crianças assistidas pelo projeto social Amiguinhos da PMSE, coordenado pelo Instituto Amigos da Inclusão Social, e conta com a parceria do Rottary Clube, Unimed, Sicred e AMAT. A iniciativa apoiada pela Polícia Militar realiza as suas atividades em um espaço anexo ao PAC do Almirante Tamandaré.

Também participaram da solenidade de reativação, o subcomandante do Comando de Policiamento Militar da Capital (CPMC), tenente-coronel Stênio; o comandante do 8º BPM, major Geovânio; o comandante da 4ª Companhia do 8º BPM, capitão Jonatas; o presidente do Instituto, Carlos Antônio; o gerente da UBS Anália Pina Francislene; o Grão-mestre Clairton; o coordenador do projeto Amiguinhos, sargento Lázaro, o presidente da Associação de Moradores do Tamandaré, José Augusto; entre outros.

Sobre o Projeto

O Projeto de Inclusão e responsabilidade social ‘Amiguinhos da PMSE’ é uma ação de prevenção primária realizada com o apoio do 8º Batalhão e coordenada pelo sargento Lázaro, na comunidade do conjunto Almirante Tamandaré, e visa a retirada das crianças das ruas, evitando o envolvimento destas com ações delituosas e infrações penais. O público do Projeto é composto por crianças e adolescentes de seis a 15 anos, funciona a 14 anos e já atendeu mais de 1200 crianças, e hoje presta  atendimento a mais de 100 crianças que estão sendo alfabetizadas, levadas a passeios por vários pontos do Estado, aprendem artes, capoeira, entre outros.

Comente: