Nutricionista alerta como se alimentar bem durante as festas de final de ano

A nutricionista do Hospital de Urgências de Sergipe Governador João Alves Filho, Regilma Arruda, orienta sobre os cuidados com o que comer e beber durante as festas de final de ano e como aproveitar com moderação

As festas de fim de ano se aproximam e com elas os cuidados com a mudança de alimentação nesse período devem ser levados a sério para que a festa não acabe mais cedo para os que exageram na hora da ceia. São pratos elaborados e uma infinidade de sabores que quando misturados podem causar um desequilíbrio intestinal e sensação de mal estar. A nutricionista do Hospital de Urgências de Sergipe Governador João Alves Filho, Regilma Arruda, orienta sobre os cuidados com o que comer e beber durante as festas de final de ano e como aproveitar com moderação.

“O final de ano é sempre complicado porque envolve duas grandes festas, por mais que as pessoas não possam se confraternizar livremente, as festas familiares vão existir e cada um acaba elaborando seu prato para compor a ceia. É necessário observar a quantidade de embutidos e os enlatados que são utilizados e traz junto sódio e gordura. É importante ter cuidado com as saladas elaboradas que levam maionese, milho verde, azeitonas, a agregação do salgado com o doce e os diabéticos acabam se alimentando de todas aquelas opções que são servidas”, explicou a nutricionista.

Ela orienta que as pessoas devem dar preferência aos assados como o peru, chester e o lombo. Se houver mais de uma opção de carne o ideal é escolher apenas uma. Regilma Arruda, alertou ainda quanto ao local e a forma que foi preparada deve ser levada em consideração. “Como as refeições são preparadas antecipadamente, todos os microorganismos estão presentes e precisam ser controlados. Como a gente não tem acesso ao ponto de controle de qualidade do local onde é preparado é preferível que as pessoas não consumam alimentos com tanta maionese, prefiram as assadas e as bem cozidas ou com pouco menos de temperatura”, pontuou.

Além desses pratos típicos das festas de fim de ano, a nutricionista alerta também quanto à questão das bebidas alcoólicas consumidas em excesso, além de refrigerantes e sucos industrializados. “A hidratação é a coisa mais importante, trocar o refrigerante por suco natural é muito mais nutritivo. Se for beber, o ideal é ter moderação. As bebidas alcoólicas são muito calóricas, uma boa opção é uma taça de vinho tinto seco, uma taça de champanhe, água de coco e sucos naturais, tudo sem exageros”, declarou a nutricionista.

Comente: