Moradores do 17 de Março terão acesso aos serviços do CRAS Equipe Volante

CRAS Equipe Volante chega ao bairro 17 de março. (Foto: Ascom/Semfas)
CRAS Equipe Volante chega ao bairro 17 de março. (Foto: Ascom/Semfas)

Para ampliar e garantir o acesso aos serviços da rede socioassistencial, a Secretaria Municipal da Família e da Assistência Social (Semfas) disponibiliza, a partir deste mês, os serviços do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Equipe Volante para a comunidade do 17 de março.  A unidade móvel ficará na Fundação Municipal de Formação para o Trabalho (Fundat) do bairro, localizada na Avenida I, s/n.

De março a agosto de 2015, o CRAS Equipe Volante possibilitou a democratização do acesso aos direitos socioassistenciais e fortaleceu a cidadania dos moradores da Zona de Expansão. Fixada no Mosqueiro, a carreta atendeu a comunidades dos povoados Areia Branca (Gameleira, RGA, Zenza, Loteamento Nossa Senhora de Fátima); Mosqueiro (Malvinas, Loteamento São Jorge e Galego, Matapuã, Escuriais e Suissa); e Robalo (Loteamento Recanto das chácaras e povoado São José).

Durante o período, foram realizados mais de dois mil atendimentos, entre visitas domiciliares; serviços de convivência e fortalecimento de vínculos (SCFV); Oficinas de Geração de Renda; Acolhimento social e psicológico; Atualização, inclusão e consulta ao Cadastro Único; BPC; Tarifa Social; e Pronatec.

A partir de agora, o CRAS Equipe Volante passa a executar os serviços para os moradores do 17 de março. O objetivo da chegada da unidade ao bairro é desenvolver os serviços de proteção e atendimento integral às famílias e identificar situações de vulnerabilidade e risco social, além de identificar famílias para acesso à renda.

A unidade móvel dispõe de uma equipe volante adicional que integra o CRAS Antônio Valença, localizado no bairro Farolândia. Com 13,5 metros de comprimento, a carreta dispõe de cinco salas para atendimento e acolhimento com espaços físicos que garantem a privacidade, espaço para realização de atividades em grupo e acessibilidade.

Comente: